Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

JU Agora

ACESSIBILIDADE: A A A A

Casamento comunitário é marcado por emoções

24/06/2013

Marcha nupcial, alegria, emoção e compromisso, foram marcas evidentes da cerimônia da 9ª Edição do Casamento Comunitário, realizado no último dia 22 no Centro Municipal de Educação Avançada – Cemea - Abadia. Realizado pela Prefeitura de Uberaba, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, o evento reuniu centenas de pessoas, madrinhas, padrinhos, damas de honra, amigos e parentes de 93 casais que oficializaram seus relacionamentos.

A grande maioria dos casais que participaram do Casamento Comunitário já viviam em relação estável há muitos anos, a exemplo do braçal Antônio Fernandes Oliveira, 52 anos, casado com a doméstica Marlene das Graças Evangelista de 51 anos, ambos já moram juntos há mais de 9 anos e encontraram nesta ação a oportunidade em oficializar o casamento. Ao serem questionados quanto ao tempo de convívio, a resposta foi unanime. “Temos muito carinho, respeito e dedicação, um com o outro, isto é o que nos motiva a amar cada dia mais. É como se estivéssemos nos conhecendo hoje, e tem ainda a emoção do casamento”, destacou a doméstica Marlene das Graças.

Em nome do prefeito Paulo Piau, o vice Almir Silva destacou o casamento como uma instituição antiga, nascida dos costumes, incentivada pelo sentimento moral e religioso, e destacou que o sucesso do casamento está alicerçado em três atos, amor, confiança e paciência. “Fico muito feliz em testemunhar este ato, onde dezenas de pessoas renovam o compromisso do amor uns com os outros, isto é motivo de orgulho e respeito para as gerações futuras”, concluiu ele.

A primeira dama Heloísa Piau, justificou a ausência do prefeito Paulo Piau em viagem pré-agendada ao Rio de Janeiro, e citou o casamento comunitário como uma das ações de grande cunho social. “O casamento fortalece os vínculos familiares, sociais e comunitários, além de resgatar a cidadania e promover a família, principal fonte das relações sociais”, finalizou.

“Tudo está muito lindo, organizado e digno, uma cerimônia maravilhosa, com direito a dama de honra, marcha mupicial e até casadinho (Dizem que o bem-casado ou casadinho é servido no final das festas de casamento para trazer sorte e prosperidade aos noivos recém-casados. Simbolizando assim a união e o compromisso mútuo entre os pares)”, destacou a secretaria de Desenvolvimento Social, Angela Dib, que reforçou o empenho dos organizadores para tudo fosse feito igual a um casamento normal, independente de ter sido coletivo.

Em nome da Câmara dos Vereadores, falou o vereador Tony Carlos, que elogiou a ação e o comprometimento da administração municipal em oferecer uma cerimônia digna e elegante a todos os casais. “Temos aqui várias histórias de vidas que a partir de agora são oficializadas. Esta ação resgata a cidadania e promove os laços familiares”, concluiu ele.