Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

JU Agora

ACESSIBILIDADE: A A A A

Pronatec 2013 será lançado nesta quarta-feira

30/07/2013

A Prefeitura de Uberaba por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, lança nesta quarta-feira (31), o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) 2013. O evento será no anfiteatro do Centro de Informações Turísticas (Citur), às 8h, quando será realizada palestra com o tema “Política do Pronatec”, ministrada por uma equipe do Ministério do Desenvolvimento Social. A tarde serão oferecidas orientações técnicas sobre o uso do Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica (Sistec).

A secretária de Desenvolvimento Social, Angela Dib, destaca que o principal objetivo será dar visibilidade ao programa no intuito de conscientizar e informar sobre o que é o programa, que foi criado em 2011, pelo Governo Federal, com o objetivo de ampliar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica. Para isso são ofertados cursos gratuitos, que facilitam a conquista do primeiro emprego promovendo o acesso a cargos qualificados, ajudando quem está desempregado a reincidir no mercado e a elevar a renda e as condições de bem-estar da população.

O trabalho é desenvolvido com o apoio de empresários; do Instituto Federal do Triângulo Mineiro (IFTM); da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM); da Câmara de Dirigentes Lojistas de Uberaba (CDL); da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba (Aciu) e do sistema S (Senac, Sesi, Senar). 

Pronatec Cultural – Uberaba também está inserido no Pronatec Cultural, programa coordenado pelo Ministério da Educação em parceria com a Secretaria de Políticas Culturais do Ministério da Cultura (MinC), Fundação Cultural de Uberaba e UFTM e IFTM. A Fundação Cultural irá ofertar os cursos dentro do eixo Produção Cultural e Desing.

As pré-inscrições já foram realizadas pela Fundação, com os cursos tendo alcançado demanda. Serão ofertados os cursos de agente cultural; assistente de produção cultural; auxiliar de cenotecnia; editor de animação; editor de vídeo; iluminador cênico, sonoplasta. Já na área de restauração do patrimônio cultural histórico, hoje uma grande demanda da região serão ofertado: pintor restaurador; revitalizador de alvenarias; revitalizador de cobertura de madeira; revitalizador de cobertura metálica; revitalizador de estruturas, elementos e construções em metal; revitalizador de revestimentos argamassa e sonoplasta. Atualmente a Fundação aguarda a pactuação para chamar os candidatos e começar as aulas.