Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

JU Agora

ACESSIBILIDADE: A A A A

Educação irá implantar Casa do Professor

07/08/2013

Com o intuito de valorizar os educadores, a Secretaria de Educação e Cultura irá implantar a Casa do Professor. “Um tipo de valorização diz respeito à questão salarial que tomamos a medida nos mês de julho, que é a do pagamento em torno de 9,75% dos vencimentos dos professores, e mediante a avaliação 1.2, que eles começam a receber agora em agosto, retroativa ao início do ano. E outro mecanismo de valorização do educador é investir em sua qualificação profissional. Nesse sentido a Casa do Professor vem contribuir e, até certo ponto, resgatar e revitalizar essa identidade profissional do educador. Quando apresentamos ao prefeito a proposta, entendendo a importância do projeto, ele pediu a implantação imediata e assim iremos proceder”, explicou a secretária Silvana Elias ao lembrar do compromisso do prefeito com a educação e o educador.

Mediante este posicionamento, a Casa do Professor será implantada provisoriamente, na antiga sede do Arquivo Público, na rua Onofre da Cunha Resende,  com um investimento de, aproximadamente, R$ 120 mil para adequação de mobiliário e equipamentos. Neste espaço será abrigada também, segundo Elias, a Universidade Aberta do Brasil – UAB, que conta com 800 alunos, com seus 18 cursos de graduação, além de especializações que serão ofertadas. Além destes, a Casa do Professor disponibilizará outros cursos, sendo na área de Educação Infantil, Curso em Tempo Integral e curso de língua portuguesa para os 4º, 5º, 6º e 9º ano, voltados inclusive para entendimento da Prova Brasil, com foco nas políticas públicas municipais de educação.

A secretária revelou também que os Educadores terão livre acesso a midiateca, biblioteca, hemeroteca e videoteca, possibilitando a construção e socialização de novos saberes, bem como uma Sala das Universidades, com representação da UFU, UFMG, UFTM, UFOP e universidades e faculdades de Uberaba, que estão sendo inseridas no projeto, através de parcerias. Silvana explicou que pretende ter no local o profissional de referência técnica por componente curricular, como: História, Geografia, Língua Inglesa, Espanhola (que pretende inserir no currículo), além de estimular o uso e a integração de tecnologias, tais como: as telemáticas, as audiovisuais, as textuais, as orais e musicais, lúdicas e corporais, numa visão inovadora.

“Mas não será apenas as questões pedagógicas que estão inseridas em nosso projeto. Também na Casa do Professor, o educador terá atividades físicas, de saúde, culturais, esporte, academia e se for possível, no espaço definitivo, uma piscina para hidroginástica e pilates. Queremos cuidar do professor tanto do ponto de vista acadêmico, quanto da pessoa humana. Ninguém dá o que não tem. Quem não é cuidado, não sabe cuidar. Queremos humanizar o máximo possível essa relação com os educadores”, disse.

Paralelamente acontecerá a adequação do antigo prédio do CVT, na Univerdecidade, onde será a sede definitiva da Casa do Professor. O valor orçado para o projeto é de, aproximadamente, R$ 600 mil, sendo R$ 300 mil de emenda parlamentar do prefeito Paulo Piau, quando ainda era deputado, e o restante será de recursos da Educação, economizados para este fim. Os recursos contemplarão os projetos arquitetônicos, de edificação, paisagismo, mobiliário e equipamentos.