Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

JU Agora

ACESSIBILIDADE: A A A A

Empresas beneficiadas com Sebraetec viabilizam projetos

19/09/2013

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com a Prefeitura Municipal de Uberaba, divulga os primeiros passos das empresas de base tecnológica contempladas pelo edital Sebraetec - Parque Tecnológico. As Faculdades Associadas de Uberaba (Fazu/Fundagri), o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a Fundação Triângulo e a Universidade Estadual de Minas Gerais (Uemg) tiveram projetos escolhidos no edital e terão R$ 1 milhão para investir em inovação.

Os critérios de avaliação dos projetos foram o grau de inovação do produto, a força da concorrência no mercado, o potencial tecnológico e a viabilidade de produção. A Fazu tem o maior número de projetos nas áreas de Tecnologia e Biotecnologia. Ao todo, são nove projetos. A faculdade já é tradicional no setor do Agronegócio, Zootecnia e Sistemas de Informação, atuando na área de educação há 38 anos. São oferecidos também os cursos de Engenharia de Alimentos, Letras e Secretariado Bilíngue, mas agora a instituição investe nos ramos de Tecnologia e Gestão da Informação. “São produtos inovadores, não existentes, que o mercado tem necessidade. O Sebraetec é justamente para que esses produtos entrem efetivamente no mercado”, coloca o diretor acadêmico da faculdade, Fábio Oliveira.

O valor máximo apoiado pelo Sebrae a cada empresa é de R$ 39.600,00. O montante poderá ser utilizado para consultorias, gastos com material de consumo (insumos, licenças de software  entre outros); serviços técnicos especializados (desenhistas, projetistas, serviços de laboratórios, serviços de usinagem); despesas administrativas do projeto Sebraetec para a entidade executora; gastos com buscas e pedidos de depósito de patentes.