Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Interatividade - JU nas ruas

ACESSIBILIDADE: A A A A

Ministério Público vai punir quem deixa animais em rodovias

 Sandro Neves

O número de ocorrências envolvendo acidentes com animais nas rodovias aumentou em 10%, de acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Uberaba. 
Segundo informações da PRF, os animais na pista representam a segunda maior causa de acidentes nas rodovias do Brasil. A PRF adverte que, por conta do aumento de acidentes, os policiais estão acionando o Ministério Público para punir os donos dos animais.

Veterinário – Conforme o veterinário Cláudio Yudi, no Hospital Veterinário de Uberaba, de cada dez animais atropelados socorridos, sete morrem. A maioria, segundo o veterinário, sofre politraumatismos. Entre os mais atropelados estão mamíferos, como lobo guará, e aves, como seriemas e até periquitos. “O número de animais atendidos no Hospital Veterinário aumentou. O total de atendimentos, entre consultas particulares e animais entregues pela Polícia Ambiental, somou 327 em 2011, uma média de 27 por mês. Já em 2012 foram 293 atendimentos até setembro, o que representa uma média de 32 casos por mês. E entre as causas que mais levam os animais para o hospital estão os traumas provocados por acidentes nas estradas”, revela.

O veterinário avalia que, com o aumento do tráfego de veículos nas estradas, a abertura de estradas em reservas ambientais e o avanço na agropecuária aumentam o número de casos de animais machucados.