Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Interatividade - JU nas ruas

ACESSIBILIDADE: A A A A

Consórcio Planalto oferece a menor tarifa e vence leilão da BR-050

O Consórcio Planalto, composto por dez empresas, venceu a concessão do trecho da BR-050 GO/MG ofertado nesta quarta-feira, em leilão promovido pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) na BM&F Bovespa. A empresa propôs a menor tarifa, de R$ 0,04534 por quilômetro, representando deságio de 42,38%. Letícia Queiroz, representante do consórcio, disse que essa tarifa foi pensada com base em estudos feitos na rodovia. O trecho começa no entroncamento com a BR-040, em Cristalina (GO), e se estende até a divisa de Minas Gerais, no município de Delta, com o estado de São Paulo.

Os envelopes com as ofertas de consórcios interessados, abertos nesta quarta-feira, mostraram as propostas de mais sete consórcios. A tarifa teto havia sido fixada em R$ 0,0787 por quilômetro de rodovia. A Triunfo Participações e Investimentos ficou em segundo, com tarifa de R$ 0,04959 por quilômetro, deságio de 36,98%. O Consórcio Verdemar apresentou tarifa de R$ 0,05065, um deságio de 35,64%. O Consórcio Rodovia do Sertão ofertou R$ 0,05073, um deságio de 35,54%. A Queiroz Galvão ofereceu R$ 0,05149, com deságio de 34,57%. A empresa Odedrecht ofertou R$ 0,05998, com deságio de 23,78%. A Companhia de Participações em Concessões ofereceu R$ 0,06800, deságio de 13,59%. A Arteris propôs R$ 0,07469, deságio de 5,09%.

A extensão da concessão é 436,6 quilômetros, sendo que a concessionária deverá duplicar 218 quilômetros situados entre Cristalina e a divisa de Goiás e Minas Gerais.

Inicialmente, o pregão de hoje leiloaria também a concessão da BR-262 ES/MG, mas nenhuma empresa se interessou. O Ministério dos Transportes informou ontem (17) que não vai alterar o cronograma para os próximos leilões, mas pode alterar a ordem dos lotes a serem concedidos.

As informações são da Agência Brasil.