Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Interatividade - JU nas ruas

ACESSIBILIDADE: A A A A

Revitalização da praça da Exposição será finalizada ainda essa semana

As oito palmeiras (tóxicas) conhecidas como rabo de peixe, plantadas na Praça do Parque Fernando Costa, já foram substituídas por outras13, sendo oito da espécie de Locuba e cinco Imperiais. Além das plantas de grande porte, estão sendo plantadas diversas flores. O projeto de revitalização será concluído ainda essa semana.

De acordo com o encarregado do horto, Edvaldo Ribeiro, agora são plantadas espécies rasteiras. “São cerca de 200 mudas da flor Primavera Bougainvillea, 120 da Crotalaria, 600 da Iresine, também conhecida como roxinha, 600 Ecsórias, 400 Hortências e seis Bromélias”, contou.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Roberto Indaiá, essa já era uma demanda antiga. “As palmeiras estavam feias, mal tratadas e com o ciclo de vida terminado. Não tinha mais o que fazer. Essas novas plantas além de serem mais bonitas, não prejudicam a saúde. Também estão sendo plantadas flores para dar um colorido diferente e deixar o paisagismo mais bonito, porque a Praça do Parque Fernando Costa é um cartão postal da cidade”, ressaltou.

Indaiá também destacou que em seguida outras praças serão revitalizadas e ganharão novo paisagismo. A próxima deve ser a que fica entre as avenidas Leopoldino de Oliveira e Santos Dumont.

Palmeiras Tóxicas - Segundo laudo assinado pelo biólogo da Prefeitura, Paulo Franco, as palmeiras que foram substituídas eram alergênicas e ofereciam risco à saúde. Para evitar grandes estragos e não danificar a grama, o toco não foi retirado e as novas palmeiras foram plantadas a partir do tronco das antigas.