Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Interatividade - JU nas ruas

ACESSIBILIDADE: A A A A

Uberaba é a primeira cidade do interior a receber a Cúpula da Segurança Pública em 2013


O chefe da Polícia Civil, Cylton Brandão da Matta, o secretário Rômulo Ferraz e o comandante da Polícia Militar, Coronel Márcio Martins Sant´Ana / Foto: Seds-MG

O município de Uberaba, no Triângulo Mineiro, foi o primeiro do interior de Minas Gerais a receber a Cúpula da Segurança Pública do Estado, em 2013, para definições de estratégias de combate à criminalidade. Durante toda quinta-feira (21), o secretário de Estado de Defesa Social, Rômulo Ferraz, o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Márcio Martins Sant´Ana, e o chefe da Polícia Civil, Cylton Brandão da Matta, discutiram as peculiaridades da violência com lideranças da 5ª Região Integrada de Segurança (Risp) e anunciaram novos investimentos.

O secretário Rômulo Ferraz adiantou a data da implantação das 54 câmeras de videomonitoramento do programa Olho Vivo em Uberaba. Segundo Rômulo, até junho deste ano, a cidade poderá contar com uma das ferramentas mais eficientes de Minas no controle dos crimes violentos, principalmente os roubos.

“É importante destacar que, nas áreas onde este projeto foi implantado, a queda dos crimes violentos contra o patrimônio tiveram reduções que vão de 30% a 40%. Além de inibir as ações, o Olho Vivo também permite a identificação de possíveis criminosos de forma mais célere”, destaca o secretário.

Durante a reunião, a cúpula da segurança também anunciou a chegada de pessoal, viaturas, coletes entre outros equipamentos para a Polícia Civil e Polícia Militar – a maioria já a partir de junho deste ano.

De acordo com o Coronel Márcio Martins Santana, as cidades de Uberaba, Frutal, Fronteira, Iturama, Araxá, Sacramento e Campos Altos receberão novas viaturas para patrulhamento rural nos próximos meses. O comandante também falou da alocação de 30 novos militares para Uberaba e 60 novos servidores civis, que poderão liberar policiais das áreas administrativas para o patrulhamento preventivo das ruas.

Já o chefe da Polícia Civil, Cylton Brandão da Matta, destacou o aumento do poder de investigação na região, com a chegada de kits com equipamentos de inteligência, escuta, entre outras ações, além de coletes e novas viaturas.

“Ainda no primeiro semestre teremos novos carros entregues para a Polícia Civil da 5ª Risp, alguns deles, inclusive, de modelos quatro por quatro, pela primeira vez na história”, afirma Cylton. O chefe da Polícia Civil também salientou que parte dos novos 130 escrivães em treinamento na Academia de Polícia Civil do Estado de Minas Gerais (Acadepol) deverão chegar a cidade em maio deste ano.

Reuniões no interior

A rodada de reuniões nas cidades do interior com a cúpula da Defesa Social vai ocorrer ao longo do ano com representantes das 15 Risps que não estão na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A intenção é que, além do recebimento das demandas das regiões ao longo do ano, o secretário, chefe da Polícia Civil e comandante da Polícia Militar possam conferir in loco as opiniões das lideranças policiais e demais instituições relacionados ao Sistema de Defesa Social. Na sexta-feira (22), a equipe segue para a cidade de Uberlândia, também no Triângulo Mineiro.