Busque em todas as seções:
EDIÇÕES ANTERIORES: anteriores

Interatividade - JU nas ruas

ACESSIBILIDADE: A A A A

MANIFESTAÇÕES - Prefeito acredita que tarifa pode chegar a R$ 2,50


Prefeito Paulo Piau esteve reunido com representantes dos movimentos populares para definir regras da audiência pública

Maria das Graças Salvador

Várias demandas do movimento já estão sendo cumpridas, na avaliação do prefeito Paulo Piau, que ontem anunciou a compra de 30 mil vacinas para o combate dos vírus da Influenza, H1N1 e H3N2. Ele lembra que a vacinação de toda a população de Uberaba é uma das reivindicações do movimento.

“Se pudesse anunciar todas as medidas das reivindicações seria bom. O movimento é democrático e importante, e a cobrança saudável. Mas vamos nos reunir e caminhar para a tomada de decisões de maneira coletiva. Tanto que esperamos todos no Vera Cruz, na audiência nesta sexta-feira (5). Espero que a audiência transcorra em paz e com ordem para realmente discutir o transporte”, diz Piau.

Questionado se o valor das passagens podem chegar a R$ 2,50, como reivindica o movimento, o prefeito disse achar que é possível, sim, devido aos incentivos que estão sendo concedidos pelos governos federal e estadual. “Acredito nisto, apesar de o município não poder abrir mão de receita, mas vamos discutir a planilha e será importante para as pessoas verem como funciona. Acredito que as passagens podem ser até de graça, desde que sem subsídio, mas temos de lembrar que as empresas têm custos, independente de ser pública ou privada, para pagar funcionários, equipamento, peças”, afirma Piau.

 

Mobilização – Antes da audiência, manifestantes programaram nova mobilização para esta quinta-feira, com concentração às 16h, na praça dos Correios e saída às 18h pelas ruas de Uberaba. Ontem os representantes dos movimentos estiveram reunidos no Centro Educacional da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (CEA UFTM) para organizar as manifestações que serão feitas nesta quinta e para amanhã, durante a audiência pública.

Segundo um dos organizadores do Movimento Pró-Uberaba, Freud Gomes Neto, eles estão se unindo ao Movimento Independente Uberaba, em prol de benefícios para a população. “Nossas causas são basicamente as mesmas. Lutamos pelo passe livre, pela diminuição da tarifa do transporte público para R$ 1,80, contra a taxa da iluminação pública, CPI para o Codau para saber o que foi gasto no Água Viva, implantação imediata do novo sistema de transporte e pela transparência na Vale para verificar questões ambientais, para ver se está tudo normal, mais verba para a saúde e educação”, afirma Gomes Neto, lembrando que as pessoas que estão saindo às ruas em Uberaba não querem baderna nem vandalismo e, sim, “direitos”.

“Nosso movimento não é político, mas reclamamos que as autoridades não querem nos ouvir. Com exceção do prefeito, que conversou e marcou a audiência pública para sexta-feira, vereadores, deputados nem lideranças, que são quem fazem as coisas acontecer, nos ouviram. Por isso vamos continuar nossas manifestações até conseguirmos avanço ou negociar e ser atendidos pelo menos em parte”, afirma.

No convite para o ato público desta quinta-feira, o grupo está distribuindo panfleto convidando a as pessoas a participarem: “Precisamos de apoio, precisamos da sua voz para melhorar nosso transporte público. Não existe mídia mentirosa que cale toda uma população”, colocam no folheto, convidando para todos participarem do encontro, amanhã, às 18h.