DestaquePolícia

Acusado de espancar mulher é linchado pela população e preso

Juliano Carlos

Homem acusado de espancar uma mulher em via pública acabou agredido por populares e preso pela Polícia Militar. Revoltada, a população ainda colocou fogo na carroça que o acusado usava para o trabalho e tentaria fugir.
O espancamento aconteceu na Rua Colômbia, no bairro Fabrício, quando, segundo testemunhas, a vítima M..C.S., de 48 anos, estava em casa com companheiro D.F.S., de 38 anos, e em determinado momento eles começaram uma discussão por conta do uso de drogas. O homem ficou bastante exaltado, pegou uma panela de pressão e atingiu a cabeça da vítima, que ficou ferida. Em seguida, ele pegou um pedaço de madeira e desferiu várias pauladas contra a cabeça da mulher, que correu para a via pública pedindo socorro e ficou caída próximo ao campo de futebol. Várias pessoas que estavam no local “partiram” para cima do acusado e ele foi linchado. Policiais militares da 41ª Companhia foram até o local da ocorrência, conseguiram “salvar” o homem que apanhava e prenderam suspeito.
Uma ambulância de Unidade de Suporte Avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), compareceu no local e socorreu a mulher, que foi encaminhada com traumatismo craniano para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (HC-UFTM). O perito criminal Mauro Teixeira Barbosa foi ao local e realizou os trabalhos técnicos. Posteriormente, foi levado para delegacia e apresentado ao delegado de plantão, Carlos Eduardo Gessy, que confirmou a prisão em flagrante. Na manhã de ontem o acusado de tentativa de homicídio foi levado para penitenciária local e permanece à disposição da Justiça.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.