DestaquePolícia

Acusado de tráfico morre em troca de tiros com a PM

Juliano Carlos

Acusado de tráfico de drogas que possuía várias passagens pela polícia morreu durante troca de tiros com policiais militares em Uberaba. Ele chegou a ser socorrido pela PM, mas não resistiu ao dar entrada no Hospital de Clínicas da UFTM.
O tiroteio aconteceu no bairro Jardim Uberaba, onde policiais do Tático Móvel do 67º Batalhão de Polícia Militar (BPM), receberam denúncias pelo Disque Denúncia Unificado (DDU), que informavam sobre um acusado de tráfico de drogas conhecido como “Lagoa”, que estaria vendendo entorpecentes em uma casa. As equipes foram até o imóvel na rua Palmas da Babilônia, esquina com a rua Santa Efigênia e ao chegarem no loca, os policiais viram o suspeito Wesley Soares da Silva, 21 anos conhecido como “Lagoa”. Ao perceber a presença dos militares ele correu para os fundos do imóvel, foi perseguido e abordado, mas nesse momento sacou uma arma e atirou contra os policiais que revidaram.
O acusado fugiu pulando o muro da casa, deparou com outros policiais que faziam o cerco e atirou novamente, sendo que um dos militares também realizou mais um disparo que atingiu o acusado que ficou ferido, correu por mais alguns metros e caiu. Ele foi socorrido pelos próprios militares e levado para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), mas minutos após dar entrada não resistiu aos ferimentos por dois disparos no tórax e foi á óbito. O local foi isolado e uma equipe de Rondas Ostensivas com Cães (Rocca), foi até a casa e durante buscas do cão farejador “Thor” foram encontrados15 tabletes de maconha, além de 500 gramas de cocaína, uma pistola calibre 635 e uma “garrucha”.
O armamento e os materiais apreendidos foram levados para a delegacia de Polícia Civil e entregues ao delegado de plantão.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.