DestaquePolítica

Adriana Buzelin será a candidata a vice-governadora de Adalclever

A publicitária e designer Adriana Buzelin, do PV, será a candidata a vice-governadora na chapa encabeçada pelo deputado estadual Adalclever Lopes (MDB). Os partidos que compõem a chapa registraram as candidaturas no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG).
Os candidatos estão na chapa que tinha Marcio Lacerda (PSB) para governador e Adalclever como vice. Sem o apoio do PSB nacional, Lacerda desistiu da candidatura na terça-feira. O nome do candidato ao Senado será anunciado na segunda-feira (27).
Cadeirante, Adriana Buzelin disse que sua presença na chapa é uma forma de representar os deficientes físicos e intelectuais que existem em Minas Gerais e as mulheres – que correspondem a 52% da população do estado.
“Vamos trazer renovação, uma política nova, que não fique apenas na briga de lideranças e na polarização (PT e PSDB)”, afirmou a candidata, que até então disputaria uma vaga de deputada federal.
Além do MDB e PV, a chapa tem ainda o PDT, PRB, Podemos e Pros. A estimativa é que o grupo tenha em torno de 4 minutos e 30 segundos na propaganda eleitoral de rádio e televisão, o segundo maior tempo, atrás apenas de Antonio Anastasia, do PSDB.
Para Adalclever Lopes, o tempo será suficiente para mostrar que a chapa representa a real terceira via para Minas Gerais e deixar claro para o eleitorado mineiro que o grupo vai seguir o programa de governo até então defendido por Marcio Lacerda.
Ainda de acordo com o deputado, Lacerda participará ativamente da campanha e fará parte dos programas de rádio e televisão. Como ele se desfiliou do PSB, está liberado para participar do programa. O PSB mineiro está na aliança em torno da candidatura à reeleição de Fernando Pimentel (PT).

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.