Política

Alteração na estrutura organizacional do Codau é aprovada pelos vereadores

Presidente do Codau, Luiz Guarita Neto esteve presente na reunião desta segunda

Dois projetos referentes ao Centro Operacional de Desenvolvimento e Saneamento de Uberaba – Codau foram aprovados na sessão da Câmara nesta manhã (17). As matérias tratam da estrutura organizacional da autarquia, definindo novas atribuições ao órgão, e da alteração da denominação de “Centro” para “Companhia”.
O projeto, que altera a Lei Complementar nº 366/2006, não modifica o contrato do Município com a empresa Lara Central de Tratamento de Resíduos, que responderá, a partir de 2019, diretamente ao Codau e não mais à Secretaria de Serviços Urbanos, pasta que será fundida com a de Obras. A empresa continuará prestando o serviço de coleta de lixo, capinação manual, conservação de áreas ajardinadas e varrição mecanizada de vias públicas. As duas propostas apresentadas na sessão receberam voto contrário do vereador Thiago Mariscal.
O líder do Executivo, vereador Rubério Santos (MDB), explicou que o projeto referente à estrutura organizacional do Codau altera seu quadro profissional. “Faz-se necessário adequar as Leis que criaram e estruturam o o órgão, que é responsável pelo saneamento básico na cidade. A proposta extingue 13 cargos e cria 6. As mudanças apresentadas hoje são por força de Lei Federal, que estabeleceu as diretrizes e a política federal para o saneamento básico”, destacou.
Diante do questionamento do presidente da Mesa Diretora, Luiz Dutra (MDB), se existe a possibilidade de alguma mudança nas competências da autarquia com a alteração da nomenclatura, o presidente do Codau, Luiz Guaritá Neto, explicou que o projeto não tem poder de alterar o regime jurídico do Centro. “Com a aprovação da matéria, o Codau continua sendo autarquia – empresa pública – somente podendo vir a ser privatizada com a realização de plebiscito e aprovação da Câmara”, tranquilizou Luiz Neto os vereadores.
No encerramento da votação, o presidente firmou compromisso de retornar à Casa, depois de um ano, com o objetivo de prestar contas sobre o serviço de coleta de lixo, que passará a ser de responsabilidade do Codau. “Com a mudança, poderemos cobrar um serviço de melhor qualidade para a população. E reafirmo que nenhum funcionário será contratado em decorrência das alterações realizadas. Quero agradecer pelo compromisso e confiança dos vereadores nas propostas”, encerrou Luiz.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.