Política

Após críticas, Piau reúne com o Legislativo para alinhar ações

Piau quer relacionamento mais harmonioso com a Câmara

Depois do Executivo receber críticas dos vereadores em relação à falta de reciprocidade entre os dois poderes, o prefeito Paulo Piau reuniu ontem com os vereadores para alinhamento de ações em conjunto dos dois Poderes Constituídos. A proposta foi de aproximar o Poder legislativo e o Executivo criando um canal direto de comunicação com o gestor público. Questões como a participação em eventos e cumprimentos dos prazos para respostas a requerimentos foram tratados, bem como questões ligadas a rede social, com o acirramento de posicionamentos com foco no pleito eleitoral, que causa desgastes aos dois Poderes.
Segundo o prefeito Paulo Piau, essa aproximação é válida, tendo em vista que sempre existe a necessidade de afinar algumas situações entre o Executivo e Legislativo. “A relação precisa ser sempre alinhada, independente se for municipal, Estadual ou Federal. Obviamente os Poderes são independentes, mas tem que ser harmônicos para o bem da comunidade, que é o nosso foco”, disse.
Piau afirmou ainda, que há ações internas da prefeitura, que não há necessidade de eventos solenes, como uma visita a obra, acompanhar o serviço feito, por exemplo, como ocorreu na Tonico dos Santos, entre outras ações que são de rotina no Executivo. Durante a reunião, o prefeito colocou o secretário de Governo Luiz Humberto Dutra, responsável por atender as demandas dos vereadores dando atenção às solicitações.
O presidente do Poder Legislativo, Ismar Marão, considerou a reunião positiva e que serviu para alinhar diversas controvérsias e ruídos que estavam existindo na comunicação entre os dois poderes. Por sua vez, o prefeito reforçou que sua equipe de secretariado está à disposição para que os compromissos em prol da população sejam atendidos, visando atender o real papel tanto do legislativo quanto do executivo.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.