DestaqueEsportes

Árbitros envolvidos em erros passarão por “reciclagem”

Os árbitros envolvidos em erros na 27ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro vão passar por um período de reavaliação em outras competições, informou ontem o chefe de arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Coronel Marinho, em entrevista ao “SporTV”.
O Coronel Marinho citou nominalmente Dewson de Freitas (árbitro de Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro), Caio Vieira (árbitro de Santos 1 x 0 Atlético-PR) e Sávio Pereira Sampaio (árbitro de Inter 2 x 1 Vitória) como juízes que, junto aos auxiliares, passarão por essa reciclagem. A tendência é que eles trabalhem principalmente na Série B.
“Eu não gosto da palavra punição, eu risco do meu dicionário. Existe um trabalho de melhoria do árbitro. Isso é feito com os árbitros e com os assistentes. Então existem outras competições para que eles possam estar atuando novamente, para que possamos reavaliar se é o caso de voltar ou não para uma Série A, que é a competição mais importante aqui e de uma exposição muito grande”, disse.
“Você vai numa outra competição analisar e esse é o nosso trabalho com os assistentes e com os árbitros. Vão ser reavaliados, vão ser acompanhados novamente com as devidas correções que vamos passar para eles evidentemente. O Dewson (de Freitas, árbitro de Palmeiras 3 x 1 Cruzeiro), o Caio (Vieira, árbitro de Santos 1 x 0 Atlético-PR), o Sávio (Pereira Sampaio, árbitro de Inter 2 x 1 Vitória), e para a equipe deles, pois é um trabalho em equipe que falhou. Todos vão participar de outras competições, serão reavaliados e, se estiverem bem, voltam, se não, vão continuar lá”, completou.
Em entrevista ao blog do PVC, Coronel Marinho já tinha rebatido as críticas recebidas ao final da rodada por comentaristas de arbitragem e dito que não era hora de trocar o “técnico da arbitragem”.
Dois erros claros ocorreram na rodada: as marcações de pênaltis a favor de Cruzeiro e Internacional em toques de mão ocorridos claramente fora da área. No jogo Santos x Atlético-PR, um pênalti a favor do time paulista no último minuto também causou muita polêmica.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.