Economia

Balança comercial tem superávit em janeiro

A balança comercial brasileira registrou um superávit (exportações menos importações) de US$ 2,192 bilhões em janeiro deste ano, informou o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) ontem.
Apesar de positivo, esse foi o pior resultado para meses de janeiro em três anos. A série histórica dos dados da balança comercial tem início em 1989. Em janeiro de 2017 e 2018, por exemplo, foram registrados superávits respectivos de US$ 2,824 bilhões e de US$ 2,710 bilhões.
De acordo com dados do governo, as exportações somaram US$ 18,579 bilhões em janeiro, com alta 9,1% contra o mesmo mês do ano passado. Já as compras do exterior totalizaram US$ 16,387 bilhões, com crescimento de 15,4% na mesma comparação.
No caso das vendas externas, houve alta nas transações com as três categorias de produtos: básicos (+10,1%), semimanufaturados (+11,1%) e manufaturados (+15,2).
Nas importações, cresceram as aquisições de bens de capital (+156%) e de bens intermediários (+3,6%), mas recuaram as compras de combustíveis e lubrificantes (-12,5%) e de bens de consumo (-3,5%).

Mercados compradores – Os números do governo mostram que a China foi o principal comprador de produtos brasileiros em janeiro deste ano, com compras de US$ 5,148 bilhões, seguida pelos Estados Unidos (US$ 2,267 bihões), pela Alemanha (US$ 893 milhões), pela Argentina (US$ 796 milhões) e pela Índia (US$ 433 milhões).

Ano de 2018 e previsões para este ano – Em todo ano de 2018, de acordo com informações do Ministério da Economia, a balança comercial registrou um superávit de US$ 58,3 bilhões.
Com isso, o saldo positivo, assegurado principalmente por conta da exportação de produtos básicos, ficou 13% menor do que em 2017.
A expectativa do mercado financeiro para este ano é de nov piora do saldo comercial. Segundo pesquisa realizada pelo Banco Central na semana passada, a previsão para 2019 é de um saldo positivo de US$ 52 bilhões nas transações comerciais do país com o exterior.
O Banco Central, por sua vez, prevê um superávit da balança comercial de US$ 38 bilhões para este ano, com exportações em US$ 250 bilhões e importações no valor de US$ 212 bilhões.
Para a Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), o superávit da balança comercial será menor ainda neste ano: de US$ 32 bilhões.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.