ColunasLawrence Borges - Bastidores

Bastidores

Lawrence Borges

Prefeito de Pirajuba, Rui Gomes Nogueira Ramos e membros da equipe do governo municipal com os técnicos da Copasa

REFERÊNCIA
Pirajuba é uma cidade referência em gestão ambiental. Além de ser uma das únicas cidades que oferecem o serviço de coleta seletiva em 100% da área urbana, também extinguiu o lixão a céu aberto, dando destino correto aos descartes e cumprindo, dessa forma, todas as exigências da Lei de Resíduos Sólidos.

CONSTRUÇÃO DA ETE
Agora, o Governo Municipal por meio da Copasa, iniciará a construção da ETE. Isso significa que todo o esgoto da cidade será devidamente tratado antes de ser depositado na natureza, reduzindo de forma significativa o impacto ambiental desse tipo de descarte e representando um grande ganho para a qualidade de vida e saúde da comunidade. Outro ponto positivo é que na obra serão investidos mais de R$ 2.5 milhões, o que certamente gerará divisas para a cidade e movimentará alguns setores economia local.

OPERAÇÃO PRESENÇA
Ainda que estejamos no período de férias escolares, a presença da Guarda Municipal nos terminais de ônibus tem surtido efeito positivo. De qualquer forma, mesmo como movimento um pouco menor, a atuação deles nestes locais já serve como um “piloto” para quando as férias escolares chegarem ao fim.

EXAGERO OU NECESSÁRIO?
Por outro lado, na manhã de ontem, enquanto alguns trabalhadores da prefeitura realizavam a troca da placa de sinalização derrubada no fim de semana após um acidente, funcionários da secretária de Trânsito e GMs organizavam o trânsito da região, uma vez que os semáforos foram desligados. No entanto, pelo que pude notar, houve certo exagero. Havia muito GM no local, mais do que o necessário, a meu ver. Enquanto alguns jogavam conversa foram, outros realmente trabalhavam. Quem deveria estar fiscalizando não o fez…

ESCALA DE PAGAMENTO
Em comunicado enviado ontem, o governo estadual divulgou que, após análise do fluxo de caixa do Estado, a Secretaria de Fazenda informa que será possível antecipar em uma semana a escala e fazer os pagamentos da Segurança Pública e da Saúde da seguinte forma: Dia 14 de janeiro será pago o valor de até R$ 3 mil para os servidores ativos, inativos e pensionistas das duas áreas de prestação de serviços continuados (Segurança Pública e Saúde). Na mesma data, todos os servidores de outras áreas receberão até R$ 2.000,00. No dia 28, conforme já anunciado, será feito o depósito do restante dos salários de todos os servidores.

TRABALHO INTENSO
Mais uma vez, o governo reforçou que está trabalhando “intensamente” para resolver a questão dos atrasos salariais ocorridos no Estado desde 2016.

INSATISFAÇÃO
Em nota enviada a imprensa nesta sexta-feira, com o tema “Está tudo como dantes no quartel de d’Abrantes”, o SINDPÚBLICOS-MG deixou claro repudiar a recontratação de servidores via recrutamento amplo em detrimento dos servidores de carreira. “Esperávamos que com as exonerações feitas pelo Governador que assumiu no dia 01/01/2019, servidores de carreira ganhariam espaço dentro de suas lotações, uma vez que durante toda a campanha o então candidato afirmou várias vezes que para selecionar um servidor para o Governo seria realizado um critério técnico.

INSATISFAÇÃO II
O Sindicato recebeu reclamações de servidores de diversas secretarias, entre elas Educação, Cultura, Saúde e Setop. Todos alegam que servidores contratados via recrutamento amplo que foram exonerados estão sendo reconduzidos para as mesmas funções, apesar da existência dentro das secretarias de servidores de carreira com competência para as atribuições.

OUTRO LADO
O governo alega que o objetivo é manter serviços emergenciais e contínuos. Segundo a SEPLAG, foi distribuído no dia 4/01/2019 um comunicado a gestores e setores de recursos humanos delegando aos titulares de órgãos e entidades a prerrogativa de encaminhar à pasta uma solicitação fundamentada para as renomeações. Comissionados começaram a voltar para a folha do Executivo no dia seguinte.

SEM COMPETÊNCIA?
O questionamento do sindicato é: “não temos servidores concursados com conhecimento técnico suficiente para executar os trabalhos? É realmente necessário reconduzir esses servidores? O Estado segue ‘quebrado’ e na primeira semana fomos informados que nossos salários continuarão sendo parcelados, assim como no Governo passado. O que houve com as promessas de enxugamento do quadro de pessoal, valorização do servidor, entre outras?”, diz a nota.

MAIS DO MESMO
Para o sindicato, Zema vem cometendo os mesmos erros cometidos pelo seu antecessor, Fernando Pimentel, “com inchaço da folha de pessoal e sem dar lugar ao servidor de carreira”.

NÃO PROCEDE
Matéria publicada no jornal “O Tempo”, de Belo Horizonte, na qual é tratado o assunto da indicação do enteado do publicitário Duda Mendonça, Leandro Grôppo, para atuar na pasta da Comunicação do governo de MG envolveu, também, a agência Solis, de Uberaba. No material, é dito que o grupo estaria tentando emplacar a agência uberabense como parceira na publicidade do governo estadual, o que, segundo diretores da Solis, não procede. O jornal diz, ainda, que especula-se que a empresa já estaria, inclusive, se instalando às pressas em BH para, com a ajuda de Grôppo, garanta uma das contas de publicidade do Estado.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Fechar