ColunasLawrence Borges - Bastidores

Bastidores

URNAS ELETRÔNICAS
O sistema de votação adotado pelo Brasil, com a utilização de urnas eletrônicas, é um dos mais seguros do mundo, garantem especialistas. No entanto, alguns teóricos da conspiração insistem em dizer que há uso de fralde. É lamentável. Não faz muito tempo, na disputa que reelegeu Dilma, os derrotados saíram em coro pedindo a recontagem dos votos.

ELAS CHEGARAM
Falando nisso, ontem começaram a chegar aqui em Uberaba as urnas que serão utilizadas nas eleições de outubro. Ao todo, são 928 equipamentos, todos lacrados e armazenados em caixas. As urnas ficarão sob a responsabilidade da PM, lá no 4º Batalhão até o dia das eleições.

CAMPANHA
Enquanto não vamos às urnas, os candidatos já estão nas ruas fazendo campanhas. Nas ruas e, principalmente, na internet. Mas, como eu disse ontem, é preciso ter bom senso para não irritar um possível eleitor. São 45 dias de campanha, não há necessidade de despejar tudo de uma vez só.

ATAQUES
A troca de acusações entre o senador Antonio Anastasia (PSDB) e o atual governador Fernando Pimentel (PT) marcou o primeiro debate entre os candidatos ao governo do Estado, realizado na noite de quinta-feira (16) pela TV Bandeirantes.

DE QUEM É O FILHO?
Pimentel e Anastasia responsabilizaram um ao outro pela delicada situação econômica pela qual o Estado atravessa, em que o governo tem dificuldades para pagar o salário dos servidores estaduais.

MAIS ATAQUES
Enquanto o tucano criticou a gestão de Pimentel, o petista afirma que herdou um grande déficit da administração do PSDB, o que estaria afetando diretamente na administração dos recursos públicos. O rombo, no caso, segundo Pimentel, foi de R$ 7 bilhões.

DESAFIO
Houve um momento do debate em que Anastasia desafiou Pimentel a perguntar a algum servidor estadual se na época dele os salários atrasavam ou eram parcelados.

PROPOSTAS
Também participaram do debate desta quinta os candidatos Marcio Lacerda (PSB), Dirlene Marques (PSOL), João Batista Mares Guia (Rede) e Claudiney Dulim (Avante), que abordaram temas como a educação, segurança pública, saúde e infraestrutura. Ou seja, eles foram para o debate para apresentar propostas e não acusar fulano ou ciclano. Até porque, se o povo quer mesmo renovação, precisa escutar o que esse pessoal tem a dizer.

DESFILE
Alegando a falta de verbas devido a falta de repasses financeiros por parte do Estado, a Prefeitura anunciou o cancelamento do desfile de 7 de Setembro, data da Independência do Brasil. No entanto, o coronel Lupércio, comandante da 5ª RPM, assumiu o compromisso de realizar a solenidade cívico militar. O evento acontecerá na praça Governador Magalhães Pinto, em frente ao 4º Batalhão.

DUTRA X PM
Anda dando muito pano pra manga o ocorrido na quarta-feira durante as festividades de Nossa Senhora da Abadia, padroeira de Uberaba. Na ocasião, a PM apreendeu vários veículos que estavam estacionados em locais proibidos e com documentação irregular. Para Dutra, faltou bom senso por parte da PM que, segundo ele, ao invés de orientar, preferiu apenas punir.

CANDIDATURA INDEPENDENTE
Sem apoio do PSL para se candidatar a governador de Minas Gerais, o policial militar Paulo Tristão, que é filiado à sigla, tenta, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) e ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), se lançar como candidato ao Palácio da Liberdade sem partido. Na última terça-feira, Cabo Tristão foi a Brasília para ingressar com o pedido de registro de sua candidatura independente – que, segundo ele, é resguardada juridicamente.

ARGUMENTO
“A legislação eleitoral, criada a partir de leis federais, não permite uma candidatura sem partido. Mas a nossa Constituição Federal deixa claro que não põe a obrigação de possuir um partido. Além dela, também há o Pacto de San José da Costa Rica, que também argumenta não ser necessária a filiação a partido político para uma candidatura”, argumenta Cabo Tristão.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Fechar