ColunasLawrence Borges - Bastidores

Bastidores

SEMANA AGITADA
A semana já começou agitada na cidade. Com a proximidade do primeiro turno das eleições, alguns candidatos estão direcionando suas atenções para regiões fortes dentro do estado, entre as quais o Triângulo Mineiro.

ADALCLEVER
No fim de semana, Adalclever Lopes (MDB), candidato ao governo, esteve na cidade e se reuniu com líderes classistas, além de fazer corpo a corpo com os eleitores. Lopes esteve o tempo todo acompanhado pela candidata a deputada federal Angela Adauto (PRB) e do marido ela, Anderson Adauto, que é ex-ministro e ex-prefeito de Uberaba.

PACHECO
Ontem foi a vez de Rodrigo Pacheco, candidato ao Senado pelo DEM, fazer campanha por aqui. Rodrigo é do grupo que apoia a candidatura de Anastasia ao governo do estado e recebeu um grande apoio em sua passagem pelo município. Ao lado da competente Eclair Gonçalves, candidata a deputada federal pelo mesmo DEM, Pacheco se disse otimista quanto a conseguir uma das vagas no Senado. Atualmente, ele figura em terceiro nas pesquisas de intenção de voto, mas vem crescendo nos últimos dias.

CIRO
Nesta quinta-feira, dia 27, será a vez do candidato à Presidência da República, Ciro Gomes, pisar em solo uberabense. Ciro, que perdeu o posto de segundo colocado para Fernando Haddad nas pesquisas eleitorais, ainda acredita que disputará o segundo turno das eleições e, segundo a equipe de campanha, o Triângulo Mineiro é fundamental para qualquer candidato.

COBRANÇA
Um escritório de advocacia de Belo Horizonte ajuda servidores que entraram na Justiça contra a falta de pagamentos dos prêmios de produtividade nos anos de 2013 e 2014 acordados na gestão de Antonio Anastasia (PSDB-MG), hoje senador e candidato a governador. Segundo um dos advogados do escritório, a ação foi feita após diversos contatos de funcionários do Estado abordando a questão. No cálculo do jurista, o montante de pessoas na ação pode chegar a mais de 500.

DEBAIXO DO TAPETE
Um levantamento feito pelo jornal “O Globo” descobriu que ao menos 32 políticos tiveram modificadas suas páginas na Wikipedia para esconder votos polêmicos escândalos e para incluir elogios. Desses, 27 disputam a reeleição. A maioria das alterações parte de computadores ligados á rede da Câmara dos Deputados e do Senado. Entre os nomes citados pelo jornal estão os dos senadores Flexa Ribeiro (PSDB-PA) e Hélio José (PROS-DF), além dos deputados Carlos Zarattini (PT-SP), Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) e Herculano Passos (MDB-SP). Todos disputam um novo mandato. Há um mineiro na lista também: o deputado Tenente Lúcio (PR). Informações sobre votações polêmicas da Câmara foram retiradas do site, por meio de computadores da Câmara. O usuário utilizado, “Weltonneves”, tem o mesmo nome de um secretários parlamentar do deputado.

AFUNILANDO
Em nova pesquisa divulgada pelo BTG Pactual, nesta segunda-feira, Jair Bolsonaro, do PSL, segue na liderança da corrida presidencial com os mesmos 33% das intenções de voto verificados no levantamento anterior. Fernando Haddad, do PT, em segundo lugar, subiu 7 pontos percentuais e chegou a 23% da preferência.

PERDENDO ESPAÇO
Ciro Gomes, do PDT, vem em terceiro com 10%, seguido por Geraldo Alckmin, do PSDB, com 8%, e Marina Silva, da Rede, 5%. Segundo o levantamento, João Amoêdo, do Novo, e Henrique Meirelles, do MDB, tem 3% das intenções de voto, enquanto Alvaro Dias, do Podemos, 2%.

FORÇA DO LULA
Como já era previsto por muitos analistas políticos, a saída do ex-presidente Lula na disputa e a “bênção” dele à candidatura de Fernando Haddad poderia mudar o cenário eleitoral e, de fato, mudou. Haddad, que até então oscilava entre 4% e 6% das intenções de voto, disparou e, com os atuais 23% já demonstra que dificilmente ficará fora do segundo turno. Ao que parece, o momento, tanto para o petista quando para Bolsonaro é de costurar alianças já pensando num eventual segundo turno que, doa a quem doer, promete ser ainda mais agressivo do que ao primeiro.

DISPUTA ACIRRADA
Nas ruas, o que se nota é uma cidade ainda dividida quando o assunto é a escolha dos próximos deputados. A quantidade (enorme) de candidatos atrapalha um pouco a tentativa de levantamentos sobre quem tem ou não chances de se eleger. Porém, algumas candidaturas tem ganhado força nos últimos dias, enquanto outras, que eram dadas como vitoriosas, precisam manter-se fortes para a próxima semana. Ela será decisiva.

PERDA INESTIMÁVEL
Morreu no Rio de Janeiro, aos 84 anos, o jornalista Marcos de Castro. Ele estava internado no Hospital Pró-cardíaco, em Botafogo, na Zona Sul, e sua morte foi confirmada pela assessoria de imprensa da unidade médica na manhã deste domingo (23). Marcos Alexandre de Souza Aranha Mello Mattos de Castro nasceu em 1934 em Uberaba, no Triângulo Mineiro. Começou a trabalhar como jornalista em 1958 e construiu sólida trajetória na imprensa brasileira. Marcos de Castro teve quatro filhos: Emanuel, Luísa, Lúcio e Mateus, sendo que dois deles, Emanuel e Lúcio, seguiram o ofício do pai. Uma grande perda para o jornalismo e para todo o país.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Fechar