ColunasLawrence Borges - Bastidores

Bastidores

A HISTÓRIA ENSINA
O discurso da Casa Dividida proferido por Abraham Lincoln em 16 de junho de 1858, permanece atual aos nossos tempos. A realidade política do Brasil e de Minas Gerais não permite a reconstrução do país e do nosso estado.

LIVRO DE MATEUS
As palavras de Lincoln vêm do Livro de Mateus, 12:25, que reza que “Todo reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda cidade ou casa, dividida contra si mesma não subsistirá”

DIVISÃO
O Brasil, Minas e Uberaba não podem estar divididos, pois, assim a reconstrução será mais difícil. O fanatismo está tomando conta das ruas e nas conversas de familiares, pais, irmãos, amigos e companheiros estão virando inimigos e adversários. O que se vê até o momento são ataques e insinuações contra as pessoas.

NEM DIREITA,
NEM ESQUERDA!
Neste segundo turno da campanha presidencial, até o momento, não estão sendo discutidos propostas ou projetos para o Brasil. O debate está na sigla partidária. No entanto, o país tem mais de 30 partidos, sendo impossível definir lados ou dizer que a culpa é de A ou B!

DEDOS DA MÃO
Os dedos da mão não são iguais, os filhos nascidos do mesmo pai e mesma mãe não são iguais ou possuem as mesmas atitudes. Devemos discutir propostas e não siglas, devemos analisar projetos para o Brasil, independentemente de onde estejam; devemos discutir quem será a pessoa mais indicada para representar o povo.

EM MINAS
Da mesma forma, os candidatos ao governo de Minas Gerais não discutem ideias, ou projetos, permanecendo nos ataques pessoais. Minas é maior do que isso, nós merecemos mais, sobretudo discussão de projetos.

AMEAÇAS
BOMBÁSTICAS
Notícia veiculada em periódico da capital mineira anuncia que o candidato ao governo de Minas Gerais deverá divulgar a existência de inquérito criminal contra outro candidato por abuso sexual de menor! Além de supostos crimes contra a ordem financeira.

FIM DA CALMÁRIA
Parte dos vereadores de Uberaba estão na bronca com o prefeito Paulo Piau (MDB), que não vem atendendo os pedidos e reinvindicações. Alguns prometem engrossar o caldo fazendo oposição a administração.

CHEGA DE FALSAS
PROMESSAS
Todos estão cansados de promessas assumidas e não cumpridas. Os próprios articuladores municipais estão colocando o alvo no peito do prefeito, ou em outras palavras a corda no pescoço dele. E tem muita gente com artilharia pesada.

DUPLA FACE
A administração municipal foi desmascarada durante o processo eleitoral. Indicações partidárias foram atribuídas a outras agremiações, e isso está causando mal-estar dentro da base aliada. Vamos aguardando o desenrolar dessa história.

CALA BOCA
Radialista conhecida por falar muita besteira e por promover ataques infundados está de boa, após conseguir emprego para seu filho.

CALAMIDADE
FINANCEIRA
A Prefeitura de Barbacena decretou, nesta semana, estado de calamidade financeira no município. De acordo com o prefeito Luís Álvaro Abrantes Campos (DEM), a medida foi necessária devido ao “calote de mais de R$ 64 milhões do governo do Estado”. Umas das consequências é o não pagamento de fornecedores até 31 de janeiro do próximo ano.

MESES SEM RECEBER
O “calote” citado por Campos é relacionado a recursos que o município tem direito a receber do Estado nas áreas de educação, transporte escolar, piso mineiro de assistência social e saúde, além de multas e correções dos atrasados, que, segundo a prefeitura, há meses não vem sendo pagos pelo governo. O mesmo acontece em Uberaba, sendo que aqui as cifras são ainda maiores, chegando na casa dos R$ 90 milhões.

MEDO DE RETALIAÇÃO
Há quem acredite que, após a derrota nas urnas, o governador Fernando Pimentel não está muito empenhado em quitar as dívidas com os municípios e, por consequência, evitar mais casos como o de Barbacena. Servidores públicos do estado estão ainda mais preocupados, já que o escalonamento no pagamento dos salários que já dura meses pode ficar ainda pior. Tem gente com medo é de parar de receber.

SINALIZAÇÃO
Comerciantes e moradores da avenida Nenê Sabino reclamam que após a troca da massa asfáltica a Prefeitura ainda não realizou todo o processo de instalação da sinalização horizontal na vida, o que faz com que muitos motoristas cometam infrações sem conhecimento, como, por exemplo, estacionar em local proibido. Por outro lado, esses mesmos moradores reconhecem que a colocação de nova massa asfáltica resolveu os problemas causados por buracos que já tomavam conta da avenida, colando em risco a integridade física dos usuários.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Fechar