Cidade

Beneficiários do Bolsa Família melhoram o desempenho escolar

O Departamento de Projetos Especiais da Secretaria Municipal de Educação (Semed), via seção de Apoio ao Educando, viabilizou ação junto a 112 famílias beneficiárias do Bolsa Família, cujos filhos estão matriculados na rede municipal. Trata-se de uma proposta de interação entre a comunidade e a escola, que resultou em melhor desempenho escolar das crianças e adolescentes.
O projeto-piloto começou por meio de um levantamento pedagógico, desde outubro de 2018, em relação ao desenvolvimento dos alunos em quesitos como notas e comportamento. Na finalização em dezembro, dos 671 alunos avaliados, 87% melhoraram em área como matemática, português, expressão e vocabulário, bem como relações interpessoais.
As ações se pautaram em rodas terapêuticas e dinâmicas realizadas coletivamente com os grupos de cinco escolas municipais: Monteiro Lobato, Professora Stella Chaves, Professora Niza Marquez Guaritá, Professora Olga de Oliveira e Reis Júnior. Acompanharam o projeto psicólogos e assistentes sociais da seção de Assistência ao Educando. Entre os temas trabalhados com os pais, foram apresentadas propostas como relação com o adolescente, relacionamento familiar, gravidez na adolescência e diversos comportamentos.
De acordo com Gleicemar Barcelos, chefe do departamento de Projetos Especiais, a ideia é reforçar junto aos pais e responsáveis, beneficiários do Bolsa Família a importância de incentivar a educação dos filhos, tanto no acompanhamento familiar e escolar, quanto na frequência escolar. “É preciso quebrar os ciclos de analfabetismo e fidelizar as famílias no sentido de valorizarem a educação dos filhos, as relações interpessoais”, comenta.
A ideia era um desejo da secretária de Educação Silvana Elias, que pedia um olhar especial aos beneficiários do Bolsa Família, com um projeto que incentivasse a frequência escolar. E, principalmente, com a finalidade de evitar a evasão, que implica em outras questões sociais, como os ciclos de violência, por exemplo.
O sucesso do projeto, que em apenas dois meses e meio obteve resultado tão satisfatório, promoverá a ampliação dele para mais 10 escolas em 2019, para a promoção das famílias e inclusão delas no contexto social, como antecipa Gleice.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.