Polícia

Bombeiros retornam de Brumadinho e contam experiência vivida

Parte da equipe do 8º Batalhão de Bombeiros Militar (8º BBM), que estava trabalhando nas buscas pelas vítimas da tragédia em Brumadinho, retornou a Uberaba no domingo (3). Ontem, o capitão Grazianni Cápolli, o sargento Thales Marcelo e o cabo Heitor Queiroz contaram ao vivo, no MG1, como foi a experiência do trabalho na região.
Para o sargento Thales Marcelo, a comoção por causa da tragédia foi o que mais chamou a atenção. “Muitas pessoas que moram na região perderam os entes queridos e, por mais que a gente já esteja acostumado a salvar vidas, isso mexe bastante com a equipe”, contou.
Os bilhetes de agradecimento ao trabalho realizado pelos bombeiros deixados por voluntários nos para-brisas de viaturas também chamaram a atenção. Uma das mensagens dizia “Bombeiros, vocês são o orgulho do Brasil. Obrigada pelo trabalho heroico!”
“É uma situação que comove e motiva as equipes, pois é um retorno das atividades que estão sendo executadas. As equipes estão muito compenetradas nas atividades e quando acontece uma manifestação como essa, é muito emocionante. É o momento de parar, refletir e dar continuidade ao serviço. O Corpo de Bombeiro só tem a agradecer o reconhecimento, não só nosso, mas de todos os que trabalharam”, comentou o capitão Cápolli.
Outros militares de Uberaba ainda estão em Brumadinho auxiliando nas buscas. Segundo o sargento Marcelo, na próxima quinta-feira (7) a equipe volta a Brumadinho para continuar os trabalhos.
Em Minas Gerais existem apenas dois centros especializados na busca e salvamento com cães: o canil de Belo Horizonte e o de Uberaba. Do canil do 8º BBM, participam das buscas em Brumadinho as cadelas Angel, Agnes e Santa.
“Estamos estudando a ideia de divulgar os cursos de especialização na área de cães e aprimorar esses conhecimentos, buscando essas experiências, implementando e repassando para outros. Ou seja, multiplicar esse conhecimento sobre ter um canil”, afirmou o capitão Cápolli.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.