Geral

Brasileiros se preparam para não contar com INSS

Com a Reforma da Previdência sendo discutida no Congresso, é preciso tomar cada vez mais consciência de que o INSS não pode ser a principal fonte de renda para quem está pensando no futuro das finanças. Dessa forma, observar as alternativas de previdência privada passa a ser fundamental para o planejamento financeiro dos brasileiros. Para Daniela Casabona, Sócia-Diretora da FB Wealth, o ideal é se precaver e guardar uma fonte de renda extra para a terceira idade. “O investidor que poupa só um pouco por mês pode optar por uma boa previdência privada”, comentou. É preciso começar a pensar cedo, assim como na previdência atual do INSS. “Quando iniciar a vida financeira já se tem que ter consciência de poupar, que sejam R$ 100 ou 10% do salário, no mês, já é uma atitude válida para quem começa a pensar nisto com 18 anos”, explicou Daniela. Mas claro, a diversificação do montante seria a melhor opção para investimentos de longo prazo.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.