Política

Câmara aprova alterações no PPA para o próximo ano

Assessor geral de Orçamento, Jorge Cardoso de Macedo, e a diretora de Planejamento Orçamentário, Taciana Balduíno, participaram da sessão

As alterações do Plano Plurianual de Ação Governamental (PPA) para o exercício de 2020 foram aprovadas ontem, na Câmara Municipal de Uberaba. A votação deveria acontecer até o dia 30 de maio.
O PPA é um instrumento de planejamento estratégico das ações de governo para um período de quatro anos (2018/2021). O Plano orienta a elaboração das leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e das Leis Orçamentárias Anuais (LOA) para um quadriênio, conforme estabelecido pela Constituição Federal e pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), conferindo-lhe a plurianualidade.
O assessor geral de Orçamento, Jorge Cardoso de Macedo, e a diretora de Planejamento Orçamentário, Taciana Balduíno, participaram da sessão a tiraram todas as dúvidas dos vereadores.
O vereador Thiago Mariscal (MDB) apresentou uma emenda, tentando transferir mais dinheiro para as Upas, porém o líder do governo Rubério dos Santos (MDB) disse que a mesma não poderia ser aceita, uma vez que descaracterizava o projeto. As fontes mencionadas na emenda tinham como origem fonte própria da Codau e fonte ordinária.
O assessor Jorge Cardoso explicou que uma das fontes previstas é uma receita exclusiva da Codau, de água e esgoto, e não pode ser utilizada na Saúde, assim como a outra mencionada na emenda. O representante do Executivo também respondeu a alguns questionamentos do vereador Agnaldo Silva (PSD), que é relator da Comissão de Justiça, Legislação e Redação.
Jorge Cardoso explicou que o PPA é uma matéria muito técnica, sujeita às leis federais. De acordo com ele, o projeto trouxe algumas correções, mas nada que descaracterizasse o que foi votado em 2017.
Ainda conforme o assessor orçamentário, o projeto deixa claro o que é prioridade nos exercícios seguintes, mas que na votação da Lei Orçamentária Anual (LOA), serão realizadas as adequações necessárias. O vereador Almir Silva (PR) reforçou sua confiança no trabalho desenvolvido pela equipe da Prefeitura.
A diretora de Planejamento Orçamentário, Taciana Balduíno, explicou que uma das principais alterações realizadas no projeto foi quanto a nova estruturação da Prefeitura, na qual tiveram que realocar ações em secretarias específicas. Segundo ela, houve também a ação integrada de gestão municipal, que se refere a segurança pública, que retornou para a secretaria de Defesa Social.
Outra mudança foi a questão da proteção do bem-estar animal, que agora está alocada na Secretaria de Meio Ambiente. Foram feitas ainda, segundo a diretora, algumas alterações nas nomenclaturas das ações, uma vez que houve novas regulamentações, principalmente na Saúde, para ter mais transparência com relação a execução dos trabalhos. “No caso da Vigilância Sanitária, houve as codificações das ações, com as modificações necessárias para atender a legislação vigente”, concluiu Taciana.
A votação do PPA teve 13 votos favoráveis e um contra, do vereador Thiago Mariscal.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.