DestaquePolítica

Candidatos ao governo prometem regularizar repasses a municípios

Diante de uma plateia tomada por centenas de prefeitos, o senador Antonio Anastasia (PSDB) assinou, na segunda-feira, um documento se comprometendo a colocar em dia os repasses para os municípios mineiros – que cobram uma dívida de mais de R$ 9 bilhões do governador Fernando Pimentel (PT) referentes a verbas como o IPVA, ICMS e Fundeb.
O empresário Romeu Zema (Novo) foi convidado para participar da sabatina promovida pela Associação Mineira de Municípios (AMM), mas sua assessoria divulgou que ele não poderia ir por atraso na agenda. O anúncio da ausência provocou vaias dos prefeitos. O presidente da entidade, Julvan Lacerda, lamentou o fato de Romeu Zema não participar do evento. “Era importante ele apresentar as ideias dele para os prefeitos”, disse.
Anastasia apresentou suas propostas e respondeu a perguntas dos presentes durante quase duas horas. E fez fortes críticas à retenção de verbas pelo governo Pimentel. “É inédito reter recursos constitucionais vinculados aos municípios. Estão em uma situação gravíssima pela ausência desses repasses”, afirmou o candidato. A promessa dele é, se eleito, reunir-se como os prefeitos para discutir o déficit e regularizar o fluxo de repasses a partir de janeiro.
Na avaliação de Anastasia, para recuperar a credibilidade do estado, é fundamental que os salários dos servidores voltem a ser pagos de forma integral e até o quinto dia útil de cada mês e os repasses constitucionais sejam feitos de forma regular para os municípios.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.