Política

Chega à Câmara, projeto de reajuste dos servidores

Está na Câmara o projeto de lei do Executivo que reajusta os salários dos servidores da Prefeitura

Já está na Câmara o projeto de lei do Executivo que reajusta os salários dos servidores da Prefeitura. O texto tramitou na quarta-feira (10), durante sessão plenária, e trata da revisão de 8,8% nos salários dos servidores da Administração Direta e Indireta, bem como dos aposentados e pensionistas – que estão sob as regras da paridade.
Os efeitos do Projeto de Lei 114/2019 retroagem ao dia 1º de março, data base da categoria. A previsão é de que o PL seja votado na terça-feira (16), informa o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Uberaba (SSPMU), Luís Carlos dos Santos, que convoca a categoria para acompanhar os próximos passos da campanha salarial.
Semana passada o funcionalismo deliberou, em assembleia geral, por uma nova contraproposta ao Governo, de 10% de ajuste nos salários e R$650,00 no tíquete, a exemplo do que foi concedido pela Mesa Diretora da Câmara ao funcionalismo do Legislativo.
Os sindicalistas solicitaram nova rodada de negociações com o prefeito e, agora, com a tramitação do projeto, articulam apoio dos vereadores para que a pauta da categoria seja atendida. Ofícios seguiram ontem para o presidente da Comissão de Assistência aos Servidores Municipais e Previdência Pública Municipal, vereador Almir Silva, e para os secretários Rodrigo Vieira (Administração) e Wellington Fontes (Finanças).
O índice oferecido pela PMU, a título de recomposição, é composto dos 5,05% acordados com o SSPMU em 2017 – com anuência do funcionalismo –, mais a inflação do ano passado, de 3,75%, medida pelo IPCA.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.