Política

Cohagra atende família em situação de risco

Prefeito Paulo Piau e presidente da Cohagra, Marcos Jammal com a família beneficiada

Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande (Cohagra) atendeu, na quarta-feira (27), mais uma família que vivia em situação de risco social e habitacional. Com a presença do prefeito Paulo Piau, da primeira-dama, Heloísa Piau, e do presidente da Cohagra, Marcos Jammal, o casal Luiza de Marilac Souza e Fausto Rita, de 49 e 69 anos, respectivamente, foi contemplado com uma casa no Jardim Copacabana.
A ação foi conduzida pela equipe de fiscalização da Cohagra, depois de uma vistoria feita pela Defesa Civil que constatou o risco de moradia. Segundo dona Luiza, todas as vezes que chovia forte, entrava água na sua residência. “Eu já não tinha quase nada. Toda vez que chovia, a água descia para a minha casa porque ficava abaixo da calçada. Era o que tínhamos para morar. Não acreditei quando o prefeito e o Jammal chegaram e nos visitaram contando essa notícia maravilhosa”, contou.
O casal vivia em condições precárias e foi feita a interdição do imóvel. Dentro das condições de novos mutuários foi possível o atendimento imediato por parte da Cohagra, para um imóvel fruto de retomada que vem sendo realizado em Uberaba com o objetivo de reaver casas que estavam sendo utilizadas de forma ilegal.
Entre as situações que levam a retomada dos imóveis estão a venda, locação irregular, empréstimo e até mesmo abandono de casas contempladas pelo Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV). Desde o ano passado, a Cohagra vem realizando a ação de combate à fraude, o que para o presidente Jammal, “a medida é uma resposta à sociedade, que vem contribuindo com as ações da Companhia por meio de denúncias”.
De acordo com o prefeito Paulo Piau, “a satisfação de ver o sorriso e a felicidade no rosto dessas pessoas não tem preço. Esse é o papel da prefeitura e da Cohagra, que é atender aos mais necessitados”, destaca.

Denúncias – O presidente da Cohagra reforça que aqueles que tiverem alguma denúncia confirmada sobre irregularidades dentro do Programa Minha Casa Minha Vida, podem formalizar pelos canais diretos com a população pelo 2103-8544 ou via whatssap (34) 99873-9555. Se confirmadas as irregularidades, os casos são encaminhados para investigação da Polícia Federal.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.