Cidade

Cohagra faz parceria com ICBC para produzir material em braile

Companhia Habitacional do Vale do Rio Grande (Cohagra) assinou na quinta-feira (07) convênio com o Instituto dos Cegos do Brasil Central (ICBC) para produção de materiais informativos e contratos habitacionais em braile para atender aos deficientes visuais que buscam os serviços oferecidos pela Companhia. A tradução dos textos será feita pelo Instituto e o custeio e revisão de todo o material feito pela Cohagra.
Atualmente, cerca de 2% de todos os atendimentos, inclusive o que se refere ao programa Minha Casa Legal, que dispõe a regularização fundiária no município, são de pessoas com algum tipo de deficiência. “Esse é o papel do prefeito Paulo Piau e o nosso, como Cohagra, de levar a acessibilidade a todos que precisam. O nosso prédio passou por mudanças de estrutura para atender a demanda de pessoas com algum tipo de deficiência e, agora, com esta parceria, daremos maior independência aos deficientes visuais, que terão acesso a todo o conteúdo que vai desde a solicitação de documentos para o cadastramento até a efetivação do contrato habitacional”, diz o presidente da Cohagra, Marcos Jammal.
Ele explica que a Cohagra sempre teve esse olhar social, inclusive no que se refere às exigências previstas em lei, que é a entrega de imóveis com adaptações para as pessoas com deficiência, dentro das suas particularidades. “Todas as construtoras que prestam serviço para a Cohagra são obrigadas a seguirem as exigências habitacionais, como corredores de acesso aos ambientes, passagem para cadeira de rodas, uso de barras de segurança no banheiro, tomadas e plugues com identificação, dentre outras particularidades. Tudo isso garante autonomia e independência social”, destaca.
Para o presidente do Instituto, Felício Costa, a ação só confirma a parceria já existente entre a Cohagra e o ICBC que é “atender e beneficiar o nosso público que tem deficiência visual. Isso é cidadania”, declara.
A previsão é que os materiais já comecem a ser produzidos na próxima semana.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.