DestaqueNacional

Concurso da PRF oferece salários acima de R$ 9 mil

Publicado um dos editais mais esperados pelos concurseiros do Brasil: o da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A banca organizadora será o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). As inscrições estarão abertas das 12h de 3 de dezembro às 20h de 18 de dezembro (horário oficial de Brasília). São 500 vagas para o cargo de policial rodoviário federal com remuneração inicial de R$ 9.473,57. Para Minas Gerais são 57 vagas.
As inscrições devem ser feitas no site da banca organizadora, o Cespe/UnB (Cebraspe). A taxa é de R$ 150. Podem pedir isenção candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), membros de família de baixa renda ou doadores de medula óssea em entidades reconhecidas pelo Ministério da Saúde.
As provas objetivas serão aplicadas em 3 de fevereiro de 2019. O concurso terá duas etapas. A primeira compreenderá as seguintes fases: prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório, prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, exame de capacidade física, de caráter eliminatório, avaliação de saúde, de caráter eliminatório, avaliação psicológica, de caráter eliminatório e avaliação de títulos, de caráter classificatório. Todos sob responsabilidade do Cebraspe.
A novidade é que o diretor-geral da PRF, Renato Borges Dias, informou que haverá mais um certame em 2019 e com um bom número de vagas. A declaração foi postada em sua página do Facebook.
A unidade de lotação do candidato estará vinculada à unidade da federação de vaga escolhida no momento da inscrição. O ocupante do cargo permanecerá preferencialmente no local de sua primeira lotação por um período mínimo de três anos, exercendo atividades de natureza operacional voltadas ao patrulhamento ostensivo e à fiscalização de trânsito, sendo sua remoção condicionada a concurso de remoção, permuta ou ao interesse da administração.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.