Cidade

Contratados do Programa Mais Médicos deixam a função para seguirem Residência Médica

Secretário Municipal de Saúde, Iraci Neto, cumpre agenda no Ministério da Saúde, em Brasília

Secretário Municipal de Saúde de Uberaba, Iraci Neto, cumpre agenda no Ministério da Saúde, em Brasília, DF. Em pauta, uma nova crise envolvendo o Programa Mais Médicos. Assumidas em grande parte por recém-formados, as vagas criadas com o fim do acordo entre Brasil e Cuba foram preenchidas através de edital aberto pelo governo federal, que coordenou todo o processo de inscrições. “A maioria dos contratados está deixando o programa para seguir o caminho da Residência Médica”, revela o secretário de Saúde. Ele lembra que o edital do governo federal impede que o profissional assuma as duas funções: no Mais Médicos e na Residência Médica. Iraci Neto reconhece que se trata de uma proibição natural, mesmo porque a Residência exige tempo integral. Segundo ele, com o fim do acordo entre Brasil e Cuba, o próprio edital federal abriu seis vagas em Uberaba. Lembra que o governo municipal não mediu esforços para agilizar os procedimentos burocráticos relacionados aos aprovados através das inscrições via internet. “Até comemoramos o fato de alguns aprovados pelo Ministério da Saúde serem de Uberaba, o que acabou acontecendo porque os primeiros inscritos tiveram a preferência na escolha”, recorda o secretário de Saúde. Segundo ele, o caminho natural da grande maioria dos recém-formados é bus
car a Residência Médica, mas o edital previu apenas que os inscritos no Programa Mais Médicos não estivessem fazendo a Residência no momento da contratação. “O edital não previu nada sobre os meses seguintes”, comenta Iraci Neto. Por sinal, ele observa que o mesmo problema enfrentado em Uberaba se repete Brasil afora. “Esperamos que o Ministério da Saúde resolva esta questão o mais urgente possível”, disse ele. Inclusive, de acordo com ele,
porque os procedimentos de Residência Médica são abertos semestralmente. Além disso, Iraci Neto ressalta que o governo municipal está sempre às voltas com pedidos de exoneração, apesar das melhorias ocorridas nos últimos anos, em termos salariais. “Muitos não se adaptam ao serviço público e fazem outras opções”, destaca.
Edital – Para substituir os profissionais de Cuba – que deixou o programa
– o edital publicado dia 20/11/2018 no Diário Oficial da União abriu 8.517 vagas, via internet. Os aprovados se apresentaram nos municípios para onde fizeram inscrição e foram designados. No caso de Uberaba seis postos ficaram vagos em unidades de saúde de vários bairros. Na época, a Secretaria Municipal de Saúde agilizou os procedimentos burocráticos para que as vagas fossem preenchidas o mais rapidamente possível.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.