Política

Deputados do Novo abrem mão de auxílios da ALMG

Reprodução do documento entregue pelos deputados na ALMG

Os três deputados estaduais eleitos pelo Partido Novo, Guilherme da Cunha, Bartô e Laura Serrano, decidiram não requerer o auxílio moradia e o auxílio paletó. O anúncio foi feito ontem e irá render uma economia de R$ 782.326,66 mil à Casa Legislativa. Apesar disso, segundo a assessoria da Assembleia, os deputados podem solicitar o recebimento dos auxílios a qualquer momento.
Além do auxílio moradia, que custa R$ 4.373,73 por parlamentar, os deputados abriram mão do auxílio paletó, recebido no início e no fim do mandato, no valor total de R$ 50.644. Segundo o deputado Guilherme da Cunha (Novo), os parlamentares do Novo ainda estudam a possibilidade de cortarem 50% de verbas destinadas aos próprios gabinetes. “Nos comprometemos a fazer outros enxugamentos de despesas e gerar uma economia que vai chegar aos R$ 4,5 milhões por ano. Basicamente vamos cortar metade das verbas com assessores e verbas indenizatórias”, disse Cunha.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.