Política

Dia Municipal do Cooperativismo passa a integrar calendário da cidade

Sicoob está entre as cooperativas que apoiaram a criação da data

O Dia Municipal de Apoio ao Cooperativismo agora faz parte do Calendário Popular do Município. O Projeto de Lei, de autoria dos vereadores Ismar “Marão” (PSD) e Agnaldo Silva (PSD), foi aprovado ontem. O vereador Agnaldo Silva apresentou uma emenda, que foi aprovada, especificando o primeiro sábado do mês de julho para comemorar a data. Já o Dia Nacional do Cooperativismo de Crédito é comemorado no dia 28 de dezembro.
Além de destacar a importância do projeto aprovado, Agnaldo ainda comentou esperar que ainda nesta legislatura seja votado o Código Tributário, que vai beneficiar o cooperativismo na cidade.
Segundo Almir Silva (PR), o prefeito Paulo Piau precisa entender que é o momento de trabalhar e formatar parcerias Público-Privada (PPPs). Ele lembrou que apresentou na Casa um projeto que se chama “Praças Conectadas”, o qual teve parecer de inconstitucionalidade e já foi entregue na mão do prefeito. Almir defendeu que seja feita uma PPP para viabilizar o projeto.
De acordo com “Marão”, foi um projeto amplamente discutido pelas cooperativas, e o que podem fazer em prol da população. Ele destacou que são academias instaladas nas praças, ou mesmo praças mantidas pelas cooperativas. O presidente agradeceu pela parceria que as cooperativas têm com a população.
De acordo com a presidente do Sicoob/Credmed, Maria Elisa, lembrou que o cooperativismo busca uma sociedade justa, igualitária, união e construção conjunta. “O crescimento é conjunto, não individual, cresce com todos os cooperados e também com a comunidade onde está inserida”, acrescentou Maria Elisa. Ainda segundo ela, o setor cresceu bastante e mostrou sua capacidade de enfrentar o momento econômico de crise. Ela contou que são 780 cooperativas em Minas, com mais de 1,5 milhão de cooperados, sendo que 8,1% do PIB do estado provém das cooperativas.
Representando o cooperativismo médico, o presidente da Unimed Wilson Adriano afirmou que o principal ativo do cooperativismo são as pessoas, e que este é o futuro, que suplanta o capitalismo. Ele destacou que as cooperativas geram 250 milhões de empregos diretos no mundo, sendo que uma em cada sete pessoas no planeta está ligada ao cooperativismo. Apenas com a Unimed, no Brasil são quase 52 milhões de pessoas beneficiadas, gerando 95 mil empregos diretos no país e 800 em Uberaba.
“O cooperativismo representa a força da comunidade”, finalizou o médico.
Representando a Uniodonto, Fabiano Lopes, agradeceu ao presidente “Marão” pelo apoio. Ele disse que está nascendo um movimento municipal de intercooperação, em conjunto com todas as cooperativas. Segundo Fabiano Lopes, são várias as ações em conjunto, inclusive um trabalho desenvolvido com o servidor público, até mesmo com a utilização do odontomóvel, fora as ações sociais.
A gestora de comunicação do Sicoob/Credmed, Ana Caroline Naves, agradeceu pelo apoio dos vereadores, lembrando que o projeto fortalece o cooperativismo, não apenas o de crédito, mas de forma geral. Ela falou sobre os projetos desenvolvidos e agradeceu pelo apoio, especialmente do presidente “Marão”.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.