ColunasFogo de Conselho

Escoteiro propõe lei que proíbe o uso de plásticos descartáveis

Um chefe escoteiro do mar deu um passo importante na luta contra a poluição ambiental causada pelo plástico. O nome dele é Rodrigo Padula de Oliveira, do 7º Grupo Escoteiro do Mar Benevenuto Cellini, do Rio de Janeiro. O escoteiro propôs uma lei para instituir o fim do uso de canudos de plástico, sacolinhas plásticas e também distribuição de produtos com microplástico.
Após ter participado de 4 mutirões de limpeza da praia na Baía de Guanabara e ter visto quase uma tonelada de lixo ser retirada, o chefe escoteiro se viu na necessidade de fazer algo para mudar o cenário. “Vi que não bastam mutirões. Precisamos ir além.”, disse Rodrigo.
“Escrevi a ideia legislativa e submeti ao Senado. A partir daí comecei a fazer a divulgação em mídias especializadas e nas redes sociais.”, completou.
A lei procura abranger todo e qualquer tipo de material descartável no consumo de alimentos e bebidas, também do que Rodrigo considerou como “plásticos invisíveis”, que são: microplásticos de cosméticos, proteção de esfoliantes, pastas e etc.
Com a estratégia de divulgação a sugestão de lei atingiu 24.000 assinaturas em menos de um mês. Hoje ela segue como projeto de lei, PL 263, e já está tramitando no Senado, aguardando o parecer da Comissão de Meio Ambiente para dar seguimento.
É muito importante que todos nós continuemos a apoiar esta causa. Portanto pedimos para que acessem a página do Projeto de Lei e votem à favor, pois quanto mais assinaturas conseguirmos, mais facilmente o projeto virará lei.
Se você também tem uma ideia legal e acha que ela deveria virar lei, saiba que é possível qualquer cidadão brasileiro propor. Para fazer isso é necessário acessar o portal E-Cidadania e levá-la para votação popular. A proposta precisa receber 20 mil assinaturas em até 4 meses, e partir daí é enviada ao Senado como sugestão legislativa, que precisa ser colocada obrigatoriamente na pauta das discussões do Senado. Para ajudar o projeto do Rodrigo, acesse o link do PL 263 e vote SIM.

Sempre Alerta para Servir!

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Fechar