Fabiana SilborSocial

Fabiana Silbor

Domingo, seu lindo, bem vindo!

O dia começa com a promessa de reinício. E, põe felicidade nisso! Uma oportunidade a mais para tentar ser feliz!

Organização e metas continuam sendo palavras estranhas para a maioria, mas fundamentais para o sucesso!

Mas é claro: temos que manter o estilo “retro” para relembrar tudo que deixou pistas para a novíssima semana!

O tempo é sempre ‘mano velho’ e sabe direitinho dar as respostas.

Mas tudo isso promete ser diferente a partir de hoje. A primeira previsão põe em confronto cientistas, místicos e religiosos.

Eu, você já sabe, sou bem mais da linha do ser do que do ter. Então chegou a safra para cuidar do interior. Decorar com glamour nosso coração.

Se, realmente, compreendêssemos nosso corpo como uma linda mansão o que usaríamos de móveis? Quais seriam nossas cortinas? O paisagismo teria que espécies? Quem entraria?

Tanto cuidado ao escolher o cardápio, fez da Gastronomia da Zebulândia algo mais disputado. E assim em muitos lares abastados o prato principal, ontem, foi Risoto de Alambique!

As redes sociais vivem uma crise de identidade. Também, são sete bilhões de habitantes no mundo e sempre tem um aplicativo para te adicionar!

Então vamos atualizar para o domingo ser inesquecível! O que anda acontecendo na Zebulândia?! Nada.

Zebulost está um paradão só! Universitários viajando, alguns ‘gatos pingados’ fazendo trocas. Até nossa população flutuante está no seguro desemprego e foi descansar nas praias.

Minhas frases estão bicolores.
Há tanto azul na coluna de hoje.
São as primaveras colorindo os dias…
Quem está podendo, levanta a mão!

Ah! Nada de desânimo.
Aproveite os intervalos, se não conquistou tempo a mais.
Em muitos hotéis, rola o fim de semana (inclusive nos geriátricos que você persistir na mumificação da alegria).

Tudo é uma questão de criatividade.
Cansados dos holofotes, reza a lenda, que no fim de semana as celebridades do Arraial migram. Dizem que o destino é logo ali: em Jaguara (a Amsterdam do Triângulo) as festinhas, à beira rio, são roteiros certos para cineastas hollywoodianos. Já pensou se rola um “big brother” por lá?

Aqui, na urbanidade, o domingo é de lentes!
E você sabia que o poder que vem delas nasce do olhar?
Foco que se aprimora no detalhe.

Uma arte eternizar a vida.
Mágica reinventada por quem se faz missionário.
Fotografar até pede vieses, mas sempre será destinação…

… Não mais penso como cidadão de algum lugar,
de alguma família, de alguma origem. Sou o quê?
Onde meu avatar?

O vazio me afeta de modo devastador. O vazio é uma demência.
Também demência são os olhares aflitos e a angústia,
que não obstante estarem no passado,
ainda buscam a hora da partida.

E a boca que não se entrega agora, também não falará amanhã,
porque todas as palavras, úteis ou inúteis,
voarão, elétricas, mas imantadas,
para o buraco negro e vazio do esquecimento…

A poesia é do incrível escritor Warnar da Silva Leandro.
Professor uberabense que é pilar da história intelectual dessa cidade.
Trabalhos de uma vida inteira foram organizados com primor pela filha dele, Suzy Leandro. É tudo domínio público para a nossa felicidade.

O progresso sempre lucrou com a preguiça! Alguém duvida? Foi por esse singelo pecado capital que muitas coisas foram criadas. O que poderíamos inventar quando ficássemos com preguiça de gente fofoqueira? O articuladíssimo Daniel Afonso mandou logo uma das melhores frases do século: “Seja protagonista da sua vida, e não, platéia da minha” (Uiiii)!

Algumas pessoas estão a descobrir, agora, o Enoturismo. A ideia é viajar pelo mundo para conhecer belas adegas. Os interessados em alta gastronomia e passagens idílicas visitam instalações modernas e, ainda, apreciam inusitadas arquiteturas.

Na Zebulândia, revelam as boas línguas, grupo seleto se reúne todas as semanas para apreciar os requintes da uva. Mas as vontades aqui, são outras, não menos sofisticadas. E Baco parece baixar na roda porque são quentíssimos os comentários… nada mais posso escrever, apenas que Marquês de Sade adoraria participar dos debates!

‘Caboclices’ do interior sempre foram disfarces para modernidades nas alcovas!
Por enquanto, nas Minas, o verão bipolar tem sido muito digno.
A chuvarada permitiu uma esticada nas roupas mais pesadas.
Porém, o sol, anda ansioso para ocupar a estação que lhe é de direito.

Você sabe que UAI são as iniciais de União, Amor e Independência! Nãooo?
Descoberta fruto de pesquisa inédita e extensa da Professora Dorália Galesso. A sigla, segundo ela, era passe de entrada que os Inconfidentes Mineiros usavam para entrar nas reuniões feitas nos porões das Alterosas! Por aqui, se algum grupo ousasse ir contra a “Coroa Coronelesca” qual seria a palavra chave?

“Dentro de nós há uma coisa que não tem nome, essa coisa é o que somos”.

A queda na temperatura ajudou muita gente a desencalhar estoques.
Até porque como diz o sábio Vinícius Silva: “Indiretas são como as últimas roupas da liquidação de começo de ano: sempre serve pra alguém, né?”

O Chic Visconde de Taunay quando passou aqui, pela terrinha, nos idos de 1800 descreveu assim a fauna municipal: “todos esquivos e que mal se enxergam escondidos nas matas e capões, inçados de cobras de veneno virulentíssimo, cascavéis, jararacuçus, urutus, todas ariscas, fugitivas, e que só causam dano quando se tem a infelicidade de pisá-las e magoá-las.” Gente, isso era uma narrativa ou uma previsão?

Depois da eterna polêmica, importantíssima, para a nobreza de uma sociedade como a nossa, ficou definido: é mesmo a língua o músculo mais forte do nosso corpo.
Imaginem se fizessem um concurso na Zebulândia!?
Por tese, quem mais usa, mais forte fica.
Competição acirrada para saber quem levaria o troféu.
Você tem alguém para indicar?

Viva o domingo! Viva!

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Fechar