Cidade

Fiemg Social é lançado no mês das mulheres

As primeiras mulheres a assumirem a presidência da Fiemg, Elisa Araújo e Miria Rezende, lançam Programa Fiemg Social com objetivo de colaborar com entidades filantrópicas

Será lançado, hoje, a partir das 17h, na sede da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) – Regional Vale do Rio Grande, o programa Fiemg Social. A partir da cadeia produtiva da indústria, o objetivo é que o grupo, formado por mulheres, realize ações sociais para beneficiar diretamente as entidades filantrópicas. Foram convidadas as representantes das 25 instituições, entre sindicatos patronais e entidades classistas, que integram o Projeto Multissetorial. A presidente da Fiemg Regional Vale do Rio Grande, Elisa Araújo, explica que nas cadeias produtivas são observadas as modificações da matéria-prima, desde a exploração no ambiente natural até retorno à natureza, passando pelos circuitos produtivos, de consumo, recuperação, tratamento e eliminação de resíduos. “Neste primeiro encontro, vamos apresentar as bases do programa e dialogar com as nossas convidadas. A ideia é que a gente construa nossas primeiras ações de forma colaborativa”, salienta Elisa. A perspectiva é trabalhar com as cadeias produtivas dos segmentos de Alimentação, Bebidas, Calçados, Gráfica, Mármore e Granito, Mecânica, Metalúrgica, Material Elétrico e Fundição, Móveis, Panificação, Plástico, Sucroenergia e Vestuário. “Procuramos impulsionar o desenvolvimento sustentável, preservar os recursos ambientais e buscamos diminuir as desigualdades. As ações do Fiemg Social têm como perspectiva atender as áreas de alimentação, saúde, educação, desenvolvimento comunitário dentre outras apontadas pelo grupo”, finaliza Elisa. Para saber mais sobre o Fiemg Social, o telefone de contato é (34) 3312-2100.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.