EsportesNotícias

Fla tem pior série no ano e fica na berlinda

Que agosto seria um mês crucial no ano do Flamengo não era novidade. Com “overdose” de duelos contra Grêmio e Cruzeiro e a chegada de momentos decisivos nos jogos de mata-mata, porém, o início não foi animador: em três jogos no mês, o Rubro-Negro ainda não conseguiu vencer, chegou a uma sequência negativa inédita na temporada e vê com dificuldade a classificação para a próxima fase da Libertadores.
É a primeira vez em 2018 que a equipe perde dois jogos consecutivos – antes do Cruzeiro, foi derrotada pelos reservas do Grêmio na rodada em que perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro. Além disso, se todo o período pós-Copa do Mundo for somado, o aproveitamento é de apenas 38,08%.
Enquanto rivais diretos crescem no mesmo período, o Flamengo fraqueja. Mas se o desgaste pela sequência de jogos importantes pode ser levantado como um motivo para os recentes resultados ruins, a ideia no clube, pelo menos nas palavras ditas após o tropeço da última quarta-feira, no Maracanã, não é a de poupar o time em alguns jogos.
“Nossa prioridade é sempre o próximo jogo. Ir por esse caminho (priorizar alguma competição), seria assumir uma inverdade. Temos condições, o que não quer dizer que vai ser fácil, mas temos condições. Como exemplo, citei o jogo do São Paulo contra o Cruzeiro lá no Mineirão, e eles também perderam contra o Corinthians por 2 a 0. Lá na frente, pensamos na Libertadores de novo”, disse o técnico Maurício Barbieri.
“ Prioridade são todos os jogos. Domingo vai ser outra prioridade, assim como os próximos jogos contra Grêmio (pela Copa do Brasil) e Cruzeiro (pela Libertadores) “, resumiu o goleiro.
O próximo compromisso é contra o Cruzeiro, novamente no Maracanã, pela 18ª rodada do Brasileiro, às 16h de domingo. Na quarta-feira a chave já vira novamente para a Copa do Brasil, e no fim do mês vem a complicada missão pela Libertadores. Será que, mantendo o foco nos três objetivos, o agosto decisivo terá final feliz? Cenas dos próximos capítulos.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.