DestaqueNacional

Governador Romeu Zema recebe embaixador da República da Coreia

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema, recebeu ontem, na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, o embaixador da República da Coreia no Brasil, Chan Woo Kim, para uma visita de cortesia. Durante o encontro, o governador ressaltou o objetivo da nova gestão em retomar o crescimento da economia mineira e estreitar ainda mais as relações institucionais e comerciais entre Minas Gerais e a Coreia do Sul. “Nosso foco é a geração de emprego e renda e esse tipo de atividade diplomática com representantes de outros países serve para mostrarmos o grande potencial que temos aqui em Minas”, disse o governador do Estado.
O embaixador destacou a relação harmoniosa entre a República da Coreia e o Brasil. Neste ano, são celebrados 60 anos de relações diplomáticas entre os dois países. Chan Woo Kim também reafirmou a intenção em fortalecer os laços do país com Minas Gerais. “O que a gente pode perceber é que existe realmente um potencial muito grande para fortalecer as relações entre o Estado e a Coreia do Sul e, certamente, uma maior participação de empresas coreanas aqui no Estado ajudará a aproximar os dois lados. O nosso desejo é que nós possamos continuar prospectando essas possibilidades para podermos fazer essa maior aproximação entre Minas e a Coreia do Sul”, afirmou o embaixador.
Em janeiro deste ano, foi assinado um Memorando de Entendimento com a Korea System Business (KSB), a Enspire KSB Energy e o Governo do Estado de Minas Gerais, relativo ao desenvolvimento do negócio de substituição de equipamentos de iluminação de alta eficiência e de geração de energia solar fotovoltaica em Minas. A parceria vai promover e dar suporte ao crescimento da indústria de produção e montagem de sistemas fotovoltaicos e lâmpadas LED com alta eficiência energética no Brasil e na América Latina. Minas Gerais é um dos principais polos de geração dessa energia sustentável e que já pode ser inserida no Sistema Interligado Nacional, proporcionando economia na conta de luz convencional, abatendo no consumo o que é gerado em sistema próprio e compartilhado na rede elétrica. Já a Coreia é um dos tigres asiáticos e possui empresas de renome internacional nas áreas de tecnologia e de equipamentos eletrônicos.
O saldo da Balança Comercial entre Minas Gerais e a República da Coreia fechou o ano de 2018 com superávit de US$ 292,24 milhões. O total exportado por Minas Gerais para a Coreia do Sul somou US$ 375,98 milhões, enquanto o valor importado foi de US$ 83,74 milhões. O minério de ferro é o produto mineiro mais exportado para a nação sul-coreana, totalizando US$ 129 milhões no ano passado.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.