Economia

Governo fecha 1º semestre com rombo de R$ 32 bilhões

As contas do governo registraram um déficit primário de R$ 32,867 bilhões no primeiro semestre deste ano, segundo números divulgados pela Secretaria do Tesouro Nacional nesta sexta-feira (27).
Isso quer dizer que as despesas do governo superaram neste valor as receitas com impostos e contribuições. Essa conta, porém, não inclui os gastos com o pagamento de juros da dívida pública.
Apesar do rombo ainda grande, houve melhora frente ao mesmo período do ano passado, quando o déficit fiscal somou R$ 56,479 bilhões, e também de 2016 (-R$ 36,328 bilhões). Com isso, foi o melhor resultado em três anos. Mas também foi o terceiro pior resultado para o primeiro semestre da série histórica – que começa em 1997.
Somente em junho, ainda de acordo com dados oficiais, as contas do governo apresentaram um déficit primário de R$ 16,422 bilhões. Com isso, houve melhora frente ao mesmo período do ano passado (-R$ 19,844 bilhões).
Meta fiscal – O desempenho das contas públicas neste período pode ajudar o governo no cumprimento da meta fiscal para este ano, ou seja, do resultado pré-fixado para as contas públicas.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.