Nacional

Incêndio destrói parte da Catedral de Notre-Dame

Incêndio atingiu a Catedral de Notre-Dame ontem em Paris

Um grande incêndio atingiu a catedral de Notre-Dame, em Paris, ontem, um importante símbolo da cidade.
O fogo foi relatado primeiro por usuários em redes sociais. Não está claro ainda o que o causou, mas pode estar relacionado a uma obra que vinha sendo feita no telhado. A emissora France 2 disse que a polícia está tratando o caso como um acidente.
Não houve feridos, de acordo com Laurent Nunez, secretário de Estado no Ministério do Interior. “Um incêndio terrível está acontecendo na Catedral de Notre-Dame. Os bombeiros de Paris estão tentando dominar as chamas (…) Peço a todos que respeitem o perímetro de segurança”, escreveu a prefeita de Paris, Anne Hidalgo, no Twitter.
A polícia isolou a área e retirou os turistas que haviam dentro da catedral.
Pouco mais de uma hora depois do início do fogo, procuradoria de Paris abriu uma investigação para averiguar as causas do incêndio, informou o jornal “Le Figaro”.

Obras – Uma grande operação, com 400 bombeiros, esteve no controle das chamas, que afetaram sobretudo a torre central da catedral, visitada por milhares de pessoas todos os dias.
Também houve chamas saindo das duas torres dos sinos, de acordo com testemunhas no local.
O incêndio pode estar ligado às obras que vinham sendo feitas no telhado do edifício. A torre central estava rodeada por um andaime. Imagens postadas em rede social mostram que uma parte dela caiu em meio às chamas. Testemunhas afirmam que o telhado também desmoronou.
Segundo o jornalista Nicolas Delesalle, da revista francesa “Paris Match”, todas as obras de arte da catedral foram salvas. “O tesouro da catedral está intacto, a coroa de espinhos, os santos sacramentos”, escreveu. Ele diz que as informações foram passadas por um padre chamado Frédéric, sacerdote na Notre-Dame há dois anos.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.