DestaquePolícia

Mulher finge ser paciente e esfaqueia homem em UPA

Juliano Carlos

Uma mulher de 26 anos se passou por paciente para esfaquear um homem que estava internado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Parque do Mirante. Após o fato, ela acabou presa pela Polícia Militar. A faca usada no crime também foi encontrada e apreendida pelos policiais.
Segundo informações do sargento PM Maurício Alberto, a ocorrência teve início em uma residência na Rua São José, no parque São Geraldo, quando a mulher S.R.A., de 26 anos, estava no imóvel acompanhada do filho de 8 anos e uma testemunha. Em determinado momento chegou no local o suspeito A.P.N., de 26 anos, e alegou que foi preso pela PM após a mulher tê-lo denunciado. O suspeito agrediu a testemunha que estava na casa com um soco no rosto e, em seguida, aplicou um golpe conhecido como “gravata” no pescoço da criança de 8 anos. Diante da situação, a mulher pegou uma faca na cozinha e desferiu dois golpes no suspeito de agredir o filho dela. Ferido, ele foi socorrido por uma ambulância de Unidade de Suporte Avançado (USA) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e encaminhado para a UPA do Parque do Mirante. Algumas horas mais tarde, quando o homem esfaqueado estava recebendo atendimentos médicos, a suspeita chegou na unidade hospitalar dizendo que estava passando mal. A equipe confeccionou uma ficha de atendimento, e, se passando por paciente, procurou o suspeito que estava dentro de um bloco sendo atendido. Antes de abordá-lo, a mulher chegou a dizer para a enfermeira que era amiga dele. Quando a enfermeira saiu da sala ela sacou a faca e desferiu mais um golpe contra o homem, ferindo-o no abdômen. Funcionários da UPA acionaram a PM e minutos após os militares da 41ª Companhia foram ao local e prenderam a suspeita. Ela confirmou que esfaqueou o suspeito e foi presa em flagrante.
Durante levantamentos os policiais ainda encontraram a faca utilizada no delito. A suspeita de tentativa de homicídio foi levada para delegacia de plantão e apresentada ao delegado Hércules Cardoso, que confirmou a prisão. Posteriormente, foi encaminhada para a penitenciária Professor Aluízio Ignácio de Oliveira, onde permanece à disposição da Justiça. O suspeito de lesão corporal e vítima de tentativa de homicídio continua internado sob observação na unidade hospitalar.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.