Política

Municipalização da Ceasa será assinada dia 27 de março

Secretário do Agronegócio Luiz Carlos Saad anuncia assinatura da municipalização da Ceasa Uberaba

O secretário municipal do Agronegócio, Luiz Carlos Saad espera voltar de Belo Horizonte, ontem, já com o contrato de comodato da Ceasa Uberaba totalmente concluído. É tanta a sua expectativa neste sentido que já agendou para o dia 27 deste mês, em Uberaba, a assinatura do documento entre Estado e Município. A reunião de trabalho na capital, marcada para esta quinta-feira (dia inteiro), contará com o corpo jurídico da Ceasa Minas e da Procuradoria do Município de Uberaba, na pessoa do subprocurador André Estevão, além do titular da Sagri e seu chefe de Gabinete, André Mendes. Pela Ceasa participarão o seu presidente, Guilherme Brant e o vice, Marcelo Lana. A convite do secretário Saad, fará parte ainda da comitiva uberabense o superintendente da
Emater Regional, Gustavo Laterza. “Queremos neste encontro fechar, de uma vez por todas, o documento do contrato de comodato da unidade da Ceasa Uberaba entre o governo do Estado de Minas Gerais e a Prefeitura de Uberaba.
É a materialização do nosso sonho de municipalizar a nossa Ceasa”, ressalta Saad, acrescentando que na reunião também será elaborado Plano de Trabalho para o período de vigência do convênio. O titular da Sagri está convicto de que voltará
da capital mineira já com o contrato definitivamente elaborado e acertado entre as partes. Luiz Carlos já agendou para 27 de março, no anfiteatro da Prefeitura, a solenidade de assinatura do documento pelo prefeito Paulo Piau e pelo presidente da Ceasa Minas, Guilherme Brant. “Com a municipalização é esperada uma grande transformação na unidade da Ceasa Uberaba. Com gestão da Sagri, vamos traçar um plano de investimento, que dentre outras ações, prevê funcionamento exemplar da portaria, obra para ampliar o estacionamento, reforma do telhado do prédio principal e melhoria na iluminação”, enumera o secretário do Agronegócio. Ele garante que o item segurança receberá prioridade na unidade.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.