Esportes

Neymar faz de pênalti, Brasil bate Uruguai e mantém 100% após Copa

Neymar joga bem e Brasil vence o Uruguai por 1 a 0

Em um jogo de poucas emoções no Emirates Stadium, em Londres, o Brasil venceu o Uruguai por 1 a 0 ontem, no penúltimo amistoso da seleção no ano. Neymar fez o gol decisivo cobrando pênalti aos 30 minutos do segundo tempo.
O resultado manteve os 100% de aproveitamento da equipe de Tite após a Copa do Mundo. Desde a eliminação para a Bélgica foram cinco vitórias em cinco jogos, contra Estados Unidos, El Salvador, Arábia Saudita, Argentina e, agora, Uruguai.
A seleção voltou a apresentar dificuldades para criar chances diante de uma defesa bem postada e dependeu quase que exclusivamente da criatividade de Neymar, que buscou bastante jogo e tentou armar a equipe. O pênalti saiu após arrancada de Danilo, que resultou no lateral sofrendo falta de Laxalt dentro da área.
O Brasil volta a campo para o último jogo da temporada na próxima terça-feira (20), contra Camarões, novamente na Inglaterra.

O melhor: Neymar – O camisa 10 não esteve nos seus dias mais brilhantes, mas ainda assim foi o principal jogador da seleção. Quase todas as jogadas passaram por ele, que teve liberdade para sair da ponta esquerda e buscar jogo em todo o gramado. Mesmo prendendo demais a bola e errando alguns passes, foi praticamente a única fonte de criatividade e teve categoria para converter o pênalti sofrido por Danilo.
Atuando com liberdade para flutuar pelo campo e buscar a bola da defesa, Neymar prendeu bastante a bola no primeiro tempo e recebeu várias faltas duras. Torreira e Vecino deram carrinhos fortes no camisa 10 brasileiro e receberam cartões amarelos por isso. A resposta de Neymar foi segurar ainda mais a bola e abusar de fintas e dribles. Com exceção de um chute perigoso para fora, porém, ele criou pouco na primeira etapa.

O pior: Walace – Substituto do lesionado Casemiro, o volante do Hamburgo não foi bem no meio-campo. Errou muitos passes e domínios fáceis, às vezes mandando a bola direto para a linha lateral. Também se posicionou mal nos ataques da seleção, embolando o setor com Arthur e Renato Augusto. Defensivamente, foi regular.

Mostre mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja Também

Fechar