Coluna

Lawrence Borges

Bastidores

05/05/2020 05h00
Por: Redação
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro presta depoimento da Polícia Federal - FOTO: Divulgação
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro presta depoimento da Polícia Federal - FOTO: Divulgação

8 HORAS DE DEPOIMENTO

O interrogatório do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro, na Polícia Federal, em Curitiba, durou mais de 8 horas, foi determinado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso de Mello, que conduz a investigação. O objetivo é apurar as acusações feitas após a saída do governo Bolsonaro.

 

PALANQUE

Moro chegou ao local por volta das 13h15, mas entrou pelos fundos. A sede da PF virou palco de protestos. Houve grupos a favor do ex-ministro, e outros do lado de Jair Bolsonaro. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

 

ENTENDA

Celso de Mello antecipou a ida de Moro à PF após analisar pedido de parlamentares de partidos da oposição. Inicialmente, o prazo dado pelo ministro era de 60 dias. A oitiva será a primeira medida tomada no inquérito aberto a pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, para apurar suposta tentativa de interferência na PF ou crime de denunciação caluniosa.

 

RELEMBRE

Em sua conta no Twitter, no sábado (2), o presidente Jair Bolsonaro classificou Sergio Moro de “Judas” e relembrou o episódio em que foi esfaqueado durante a campanha eleitoral de 2018. O ex-ministro Sergio Moro pediu demissão do cargo após quase 16 meses à frente da pasta. Ao anunciar sua decisão, ele acusou o governo de interferir politicamente na Polícia Federal.

 

FILAS DA CAIXA

Quem passa de frente de uma agência da caixa econômica federal espanta com o tamanho das filas para receber o auxílio emergencial. Segundo o Sindicato dos Bancários o Governo subdimensionou a operação do auxílio emergencial. Previu que seriam 40 milhões de brasileiros que receberiam o auxílio. Porém, são mais de 70 milhões.

 

MDB OU PSDB

O ex-presidente do MDB Marcos Jammal gravou vídeo anunciando que ficará no MDB e poderá ser o candidato a prefeito pelo partido a convite do prefeito Paulo Piau (MDB). Na semana passada Jammal havia dado indícios que ficaria no PSDB. Enfim, sem candidatura forte no MDB Jammal passou a ter chance de tentar viabilizar sua candidatura.

 

SEGURA

No mesmo dia que Jammal anunciou sua permanência no MDB, o deputado Heli Andrade iria anunciar sua candidatura a prefeito pelo PSL, para não chocar informações, articuladores políticos orientaram o deputado postergar o anúncio de sua candidatura.

 

JUNTOS SEREMOS FORTES

Articuladores da campanha do deputado Heli Andrade do PSL, pretendem namorar o PTB do empresário J. Junior e oferecer a cadeira de vice-prefeito para Tony Carlos e o compromisso de apoiá-lo para deputado estadual.

 

EM INVESTIGAÇÃO

Dois óbitos registrados nas últimas horas em Uberaba estão sendo investigados quanto à contaminação ou não dos pacientes pelo coronavírus. Idoso, sexo masculino, 72 anos, tinha diabetes e doença renal crônica. Foi atendido hoje na UPA do Mirante, onde ocorreu o óbito e, mulher, 59 anos, sem doença de base. Estava internada desde sexta-feira e foi a óbito no Hospital Regional.

 

LIVE DO PROF. GUGU

Todos conhecem a simpatia do Prof. Gugu e sua paixão pela política e por Uberaba, suas lives com personalidades políticas estão fazendo o maior sucesso na internet, a cada dia, um entrevistado conversando sobre política. Vale a pena conferir.

 

ISENÇÃO DE ITCD

O governador Romeu Zema (Novo) sancionou a isenção do Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos (ITCD) em caso de doações destinadas a hospitais durante a pandemia do novo coronavírus. A Lei 23.367 está em vigor desde a publicação da decisão, presente no Diário Oficial de sexta-feira (1).

 

AVALIAÇÃO NEGATIVA

A avaliação negativa do governo de Jair Bolsonaro subiu de 42% para 49% depois do pedido de demissão do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, de acordo com a pesquisa XP Ipespe. Por outro lado, a avaliação positiva variou de 31% para 27%.

 

NOVO DELEGADO CHEFE

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou em suas redes sociais, ontem, o novo diretor-geral da Polícia Federal. O nome de Rolandro Alexandre de Souza foi publicado para o cargo no Diário Oficial da União e horas depois empossado.

 

CÂMARA DOS DEPUTADOS

A Câmara dos Deputados tenta votar em sessão virtual, a proposta de auxílio financeiro a estados e municípios para combate aos efeitos da pandemia da COVID-19. Ao todo, serão destinados R$ 125 bilhões, incluindo repasses diretos e suspensão de dívidas.

 

NOVO POLITICANDO

No momento que parte do universo político-partidário do país passou a defender abertamente o impeachment do presidente Jair Bolsonaro, o partido Novo afinou o discurso com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e optou por poupar o Palácio do Planalto. Os dirigentes da sigla e a bancada rejeitam a ideia de apoiar um eventual processo de impedimento e até mesmo de fazer oposição ao presidente da República.

 

COVID-19

O pico da Covid-19 em Minas Gerais pode ocorrer em 6 de junho. A informação foi repassada pelo secretário de estado da Saúde (SES), Carlos Eduardo Amaral, em entrevista coletiva.

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários