Coluna

Lawrence Borges

Bastidores

07/05/2020 05h00
Por: Redação
Propaganda da Imobiliária Visão tomou conta da cidade de Uberaba e das rodas políticas - Foto: Divulgação
Propaganda da Imobiliária Visão tomou conta da cidade de Uberaba e das rodas políticas - Foto: Divulgação

POPULARIZANDO

Propaganda institucional da Imobiliária Visão está contribuindo para popularizar seu diretor Leandro Souza, que é pré-candidato a prefeito pelo Avante.

 

INDIGNAÇÃO COM GRILO

Leitor da coluna BASTIDORES e eleitor do deputado estadual Heli Andrade entrou em contato para expor sua indignação com a menção da sua possível candidatura a prefeito de Uberaba. Afirmando que votou no Grilo para ser deputado por 4 anos e não para voltar a ser candidato a prefeito! Se ele ganhar quem irá nos representar em Belo Horizonte junto ao Governo Mineiro?

 

INDIGNAÇÃO COM GRILO 2

Outro eleitor encaminhou mensagem de texto a coluna BASTIDORES alegando que a Legislação Eleitoral precisa de ajustes, principalmente, para PROIBIR QUE DEPUTADO DE PRIMEIRO MANDATO SEJA CANDIDATO A PREFEITO. É que virou moda, o primeiro e único projeto depois de eleito deputado é ser candidato a prefeito de sua cidade. E que está decepcionado com Heli Andrade.

 

INDIGNAÇÃO COM GRILO 3

A coluna BASTIDORES conversou com alguns delegados da cidade de Uberaba, e todos foram unânimes que trabalharam para eleger Heli Andrade deputado para que tivessem representação na Assembleia Legislativa, e que o trabalho dele em Belo Horizonte tem sido importante para a cidade, não sendo prudente ser candidato a prefeito.

 

OUTRAS MENSAGENS

Outros leitores encaminharam mensagens para relembrar a história de dois deputados estaduais eleitos por Uberaba, Fahim Sawan e Antonio Lerin que após eleitos começavam a campanha para prefeito de Uberaba e depois não eram reeleitos para deputados.

 

OUTRAS MENSAGENS 2

Ainda, os leitores da coluna afirmaram que Lerin como Fahim possuíam grande articulação em Belo Horizonte desempenhando um papel importante na Assembleia Legislativa em favor de Uberaba. 

 

SUGESTÃO AO PREFEITO

Leitor da coluna BASTIDORES entrou em contato para solicitar que o prefeito Paulo Piau (MDB) editasse um novo decreto determinando a obrigatoriedade do uso de máscaras por toda a população, assim todos ficariam obrigados a fazer uso desta proteção nas ruas e em todos os lugares, sob pena de multa, como forma de evitar a pandemia. 

 

COMO APLICAR ISSO

Em conversa com assessoria do prefeito Paulo Piau sobre a obrigatoriedade da utilização de mascara por toda a população, deve ser ato de conscientização e não de obrigação com a imposição de multa, e ainda, como fiscalizar?

 

R$ 80,00 EM BELO HORIZONTE

Andar sem máscara pelas ruas de Belo Horizonte vai pesar no bolso dos moradores a partir da semana que vem, no dia 15 de maio. Quem for flagrado sem o Equipamento de Proteção Individual terá de pagar uma multa de R$ 80. O decreto que define a norma foi publicado ontem no Diário Oficial do Município (DOM) e tem validade por prazo indeterminado.

 

MÀSCARAS PARA A POLÍCIA

Empresário efetuou a doação de máscaras para Guarda Municipal e para a Polícia Militar para que pudesse trabalhar com mais segurança, entretanto, leitor denuncia que policias militares estão trabalhando sem máscaras. 

 

SÓ PARA SAÚDE E SEGURANÇA

O Governo de Minas Gerais informou, ontem, que os servidores das áreas de saúde e segurança pública receberão o salário integralmente no dia 15 de maio. Para os outros servidores, a escala de pagamento ainda não tem data para ser divulgada.

 

DEMAIS SERVIDORES

Não há previsão para o pagamento de salários referente a abril para os outros servidores, devido à difícil situação financeira do momento, segundo o Governo. Para o mês de maio, a estimativa é que haja uma queda de R$ 2,2 bilhões na arrecadação.

 

AJUDA DA UNIÃO

Conforme o governador Romeu Zema informou em diversas entrevistas, o Estado depende do recebimento de recursos da União para pagar as contas. No sábado (2), o Senado aprovou a lei que garante ajuda a Estados e municípios para compensar as perdas econômicas decorrentes da pandemia de Covid-19.

 

DIVIDIR EM DOIS

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) avalia separar o Ministério da Justiça e Segurança Pública, que era ocupado por Sergio Moro, em duas pastas. A ideia, que chegou a ser ventilada em janeiro deste ano, perdeu força com a possibilidade de resultar na saída de Moro do governo. No entanto, agora que o ex-juiz da Lava-Jato deixou o cargo, não existem grandes impedimentos.

 

CONTINUA CONDENADO

Os desembargadores da 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o Tribunal da Lava Jato, negou os recursos apresentados pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e mantiveram a sentença proferida pela corte em novembro do ano passado, de 17 anos e um mês de prisão, em regime fechado. É a pena mais pesada imposta pela Lava Jato ao petista. Lula foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo do sítio de Atibaia. 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários