Mebox
Coluna

Lawrence Borges

Bastidores

Bastidores

BastidoresBastidores por Lawrence Borges

08/05/2020 05h00
Por: Redação
Vereador Almir Silva se reúne com empresários da alimentação - Foto: Divulgação
Vereador Almir Silva se reúne com empresários da alimentação - Foto: Divulgação

ARTICULAÇÃO 

O vereador Almir Silva (DEM) realizou reunião com empresários do ramo da alimentação, buscando encontrar uma forma de possibilitar a reabertura dos restaurantes e lanchonetes da cidade de Uberaba.

 

DEMISSÃO EM MASSA

Os empresários do ramo da alimentação não conseguem manter seus estabelecimentos em decorrência dos custos fixos com Cemig, Codau, aluguel e impostos, além da folha de pagamento de seus funcionários. Empresários ameaçam promover a demissão em massa de seus funcionários, caso as regras não sejam flexibilizadas.

 

CORONAVÍRUS VEIO PRA FICAR

Segundo empresário do ramo da alimentação em conversa com a coluna BASTIDORES diversas cidades estão com bares e restaurantes funcionando, com regras de distância entre as mesas, e formas de atendimento, com isso conseguem minimizar os prejuízos sofridos. Empresário sustenta que a Covid-19 veio para ficar e teremos que aprender a conviver com essa realidade.

 

SAÚDE OU SOCIAL

Ainda em conversa com a coluna BASTIDORES o empresário sustentou que o comercio fechado não gera emprego, nem arrecadação, e o município sem arrecadação não tem dinheiro, sem dinheiro não paga fornecedores, servidores e inclusive não consegue combater o Covid-19. Na opinião do empresário a crise econômica vai ser pior que a crise da saúde, e assim, deve liberar as empresas para trabalhar para manter empregos e arrecadação. 

 

ATACOU O MP

Rasgando o verbo, o empresário sustentou que o Ministério Público (MP) possui um papel fundamental fixado pela Constituição Federal, e que muitos de seus representantes nunca trabalharam na iniciativa privada, nunca tiveram funcionários, ou empresas, portanto, não sabem se colocar do outro lado ou enxergar a crise social que está acontecendo e assim, tem que se posicionar do lado deles e não ficar brigando no judiciário para permanecer fechado o comércio.

 

POR FIM

O empresário parabenizou as ações realizadas pelo prefeito Paulo Piau (MDB), contudo, é hora de mudar a estratégica pelo bem da cidade, e caso o MP e o Judiciário achem que podem fazer melhor entregue administração da cidade para eles (juiz e MP).

 

MÁSCARA

Diversos leitores entraram em contato com a coluna BASTIDORES para opinar favoravelmente ao uso obrigatório das máscaras, e acham que o prefeito Paulo Piau (MDB) deveria baixar decreto para tornar o uso obrigatório.

 

CORTE DE GASTOS

O secretário de finanças Wellington Fontes apresentou ao prefeito Paulo Piau a projeção da queda da arrecadação e a necessidade de efetuar mais cortes de despesas.

 

NOVA LIVE

Após o sucesso da live de Cassio Facury & Leon, o Rotary Club, em parceria com a Fiemg, irá promover no dia 14/05 às 20h mais uma live de Cassio Facury & Leon para arrecadação de doações para a Escola de Surdos Dulce de Oliveira, Creche Pequena Casa de Maria, Asilo Anjos do Bem e Apae.

 

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA X PANDEMIA

A Assembleia Legislativa aprovou, ontem, uma série de projetos ligados ao enfrentamento à pandemia do novo coronavírus em Minas Gerais. O texto foi analisado em turno único pelos parlamentares e, agora, segue para sanção do governador Romeu Zema (Novo).

 

CONDOMÍNIOS

O Projeto de Lei (PL) 1.887/2020, apresentado por Gustavo Valadares (PSDB), altera a lei que estabelece o Código de Saúde do Estado, classificando Síndicos e administradores de condomínios como agentes que necessitam notificar compulsoriamente casos de infecções.

 

COLHEITA DE CAFÉ

De autoria dos deputados Ulysses Gomes (PT) e Cássio Soares (PSD), o PL 1.899/2020 lista regras para a contratação de profissionais temporários para a colheita de café no estado. As medidas também foram aprovadas por meio de um texto alternativo.

 

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Já, o Projeto de Lei nº 1.820/2020, da deputada Andréia de Jesus (PSOL). No texto, a parlamentar elenca diversas medidas de proteção social às mulheres vítimas de violência doméstica. A proposta sugere, por exemplo, o pagamento de uma renda básica às vítimas de violência que não sejam beneficiadas por programas de transferência emergencial de recursos. 

 

RECONHECIMENTO DE CALAMIDADE

Os deputados estaduais mineiros aprovaram ontem um Projeto de Resolução (PRE) que ratifica o estado de calamidade pública decretado em virtude da pandemia do novo coronavírus por 53 municípios do estado. A proposta tramitou em regime de urgência na Assembleia Legislativa e, por isso, foi analisada em turno único.

 

VANTAGENS

Os decretos de calamidade já vigoram em cada uma das cidades. O reconhecimento do Parlamento, contudo, autoriza as administrações municipais, conforme diz a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a suspender os prazos e limites ligados à dívida pública e aos gastos com pessoal. Há a permissão, também, para a compra, sem licitação, de insumos necessários ao enfrentamento à pandemia.

 

CIDADES DO TRIÂNGULO

Cidades do Triangulo contempladas pelo PRE 93/2020 são Campo Florido, Carneirinho, Fronteira, Grupiara, Iturama, Patos de Minas e Planura.

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários