Nacional

Governo inicia pagamento da segunda parcela do Bolsa Merenda

Ao todo, serão beneficiados 380 mil estudantes

19/05/2020 05h00
Por: Redação

O Governo de Minas começou a pagar ontem a segunda parcela, no valor de R$ 50, do Bolsa Merenda, criado para auxiliar as famílias de alunos da rede estadual nesse momento de dificuldades devido à pandemia. Ao todo, serão beneficiados 380 mil estudantes por meio de parceria entre a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) e o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG).

Até ontem, 117 mil alunos haviam se cadastrado no PagBank PagSeguro - plataforma utilizada pelo Estado para fazer a transferência - e recebido o benefício. As demais crianças e adolescentes que têm direito ao Bolsa Merenda devem se inscrever no aplicativo para ter acesso ao auxílio.

Ao todo, serão pagas quatro parcelas e o pagamento pode ser consultado no MG App, disponível para download nas lojas virtuais dos sistemas Android e iOS. Baixada a ferramenta, basta o interessado clicar no menu “Desenvolvimento Social”. 

 

Quem tem direito - Para ter acesso ao benefício, a família deve estar incluída na faixa de extrema pobreza, em que a renda per capita não ultrapasse R$ 89 mensais. Todos os filhos matriculados na rede estadual de ensino têm direito ao auxílio. Em um núcleo familiar com quatro alunos matriculados nas escolas estaduais, por exemplo, será fornecido um cartão único no valor de R$ 200.

O responsável pela família inscrito no CadÚnico deve se cadastrar no aplicativo PagBank, que fará a aprovação do benefício. A inscrição é simples: basta baixar o aplicativo PagSeguro PagBank, disponível no Google Play e na App Store e realizar o cadastro. Também é possível realizar o processo pelo site https://cadastro.pagseguro.uol.com.br/. Porém, neste caso, é preciso concluir a abertura da conta no aplicativo efetuando o envio dos documentos (foto do RG ou CNH e selfie segurando este documento).

O pagamento está sendo feito desde abril, dois dias após a abertura do cadastro autorizado pela plataforma PagSeguro. Os cartões, no entanto, chegam à casa das famílias em até 20 dias úteis após a aprovação da inscrição.

O cadastro pode ser feito de qualquer celular, mesmo que o aparelho não seja da pessoa beneficiada. No entanto, o benefício é concedido apenas para o CPF fornecido. É necessário ter muito cuidado para não deixar informações confidenciais com terceiros, além da senha de acesso à conta do beneficiário. É aconselhável, se for utilizar o celular de outra pessoa, que conte com a ajuda de familiares ou amigos próximos de extrema confiança.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários