Cidade

Corpo de Bombeiros lança campanha “Alerta Verde” de prevenção a incêndios

A ação vai identificar locais com incêndios reincidentes nos últimos anos

03/06/2020 05h00
Por: Redação
A ação vai identificar locais reincidentes nos últimos anos. Na primeira etapa, o alvo são os lotes vagos e os proprietários devem ser notificados para realizarem capina e roçagem do local, além de construírem aceiros e cercamento da área - Foto: Reproduç
A ação vai identificar locais reincidentes nos últimos anos. Na primeira etapa, o alvo são os lotes vagos e os proprietários devem ser notificados para realizarem capina e roçagem do local, além de construírem aceiros e cercamento da área - Foto: Reproduç

Em maio deste ano, o Corpo de Bombeiros registrou mais de 80 incêndios em Uberaba. Por causa desse alto índice, a corporação lançou a campanha “Alerta Verde”, na última semana, com objetivo de reduzir incêndios em vegetação.

A ação vai identificar locais com incêndios reincidentes nos últimos anos. Nesta primeira etapa, o alvo são os lotes vagos. As ocorrências registradas pelos Bombeiros serão enviadas para a Prefeitura de Uberaba e os proprietários devem ser notificados para realizarem capina e roçagem do local, além de construírem aceiros e cercamento da área.

Desde o lançamento da campanha, 12 locais já foram vistoriados. Na segunda etapa, as propriedades rurais devem ser fiscalizadas para saber se têm aceiro e equipes treinadas para lidar em caso de incêndio.

Segundo os militares, se não houver prevenção, a tendência é de que aumente a quantidade de incêndios conforme o prolongamento da estiagem e da baixa umidade do ar. “Nesse período, muitas pessoas de maneira inadvertida e, às vezes, até sem a intenção de causar algum mal, acabam por fazer duas coisas: causando um dano ambiental poluindo o ar com fuligem e também prejudicando a saúde das pessoas que estão dentro de casa sem poder se abrigar desse malefício que é a fumaça toxica dos incêndios”, afirmou o tenente Anderson Passos em reportagem da TV Integração.

As chamas também são um perigo para motoristas e quem transita pelas vias públicas, já que a fumaça e fuligem prejudicam a visibilidade.

“A fumaça traz riscos aos motoristas, traz risco à disponibilidade de água podendo atingir nascentes, à fauna, à flora e todo o meio ambiente, de uma forma geral, é atingido. Evitar incêndios é cuidar da própria saúde, do meio ambiente, do planeta que nós estamos vivendo. E passando por esses problemas atuais da pandemia, com os incêndios a situação fica ainda mais complicada”, explicou Passos.

Para denúncias de pessoas ateando fogo em vegetação, é preciso ligar para o número 181. Também é necessário acionar o número 193 para o combate às chamas.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários