Esporte

Protocolo sugere retorno do Paulistão com portões fechados

O documento sugere que os jogos restantes tenham portões fechados

05/06/2020 05h00
Por: Redação
Sede da Federação Paulista de Futebol - Foto: Emilio Botta
Sede da Federação Paulista de Futebol - Foto: Emilio Botta

Um protocolo de conclusão do Paulistão, elaborado pela Comissão Médica da Federação Paulista de Futebol, traz uma série de orientações para a reta final da disputa. O documento sugere que os jogos restantes tenham portões fechados, que os atletas não se cumprimentem antes do início das partidas e que os gols não sejam comemorados de forma coletiva.

O texto foi elaborado em conjunto entre o corpo médico da Federação e dos clubes participantes do Paulistão. Nele, não há menção a possíveis datas para a retomada da competição, paralisada, em função do novo coronavírus, quando faltavam duas rodadas para o término da fase de grupos.

Diz o protocolo: “O retorno somente acontecerá com a permissão dos órgãos e autoridades governamentais de saúde do Estado de São Paulo e prefeituras. Os 16 clubes participantes do Campeonato Paulista firmaram acordo para somente retornar aos treinamentos na mesma data, em total sintonia, quando houver o aval do Governo de São Paulo e prefeituras. Ainda que não haja definida a data de retorno do Campeonato Paulista, é premissa que a segurança, o bom senso e o bem estar de todas as pessoas e entidades envolvidas nos treinos e jogos sempre será prioridade máxima da Federação Paulista de Futebol”.

O documento também lembra que os países em processo de retomada do futebol "estão um mês à frente (de São Paulo) na evolução da história natural da doença" e que "não há, a curto prazo, um método que garanta totalmente a proteção da contaminação do vírus".

O protocolo traz uma série de recomendações para os jogos e para a preparação dos clubes.

O Campeonato Paulista foi paralisado na décima rodada, com jogos entre 13 e 16 de março. A competição precisa de mais seis datas para terminar: as duas restantes da primeira fase, uma para as quartas de final, uma para as semifinais e duas para as finais.

 

Veja alguns deles

 

Nos jogos

• Fazer todos os jogos com portões fechados;

• Suspender o cumprimento entre atletas e demais envolvidos;

• Substituir entrevistas presenciais por videoconferências;

• Evitar comemorações conjuntas de gols;

• Evitar aproximação desnecessária ao árbitro;

• Só retirar máscaras no aquecimento ou ao entrar em campo;

• Manter atletas reservas com máscaras;

• Levar no máximo 38 pessoas na delegação;

• Cada atleta ter uma garrafa própria para hidratação;

• Aplicar antidoping em um atleta por clube.

 

Na preparação

• Optar por concentrações próprias ou hotéis exclusivos e ficar em confinamento nestes espaços até o fim da participação no campeonato;

• Testar todas as delegações para Covid-19 48 horas antes da concentração para o primeiro jogo;

• Priorizar trabalhos individualizados na volta aos treinos;

• Evitar a presença de colaboradores em idade de risco, com exceção do treinador;

• Priorizar viagens de ônibus no mesmo dia do jogo;

• Se for preciso dividir quartos em hotéis ou concentração, estabelecer distância mínima de um metro e meio entre as camas;

• Evitar o uso de elevador;

• Evitar o uso de ar-condicionado.

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários