Política

Prefeitura aumenta fiscalização pelo cumprimento do decreto 5555

O consenso, diz o prefeito Paulo Piau, é pelo endurecimento das medidas de fiscalização devido à insistência de parte da população em desobedecer às medidas sanitárias

24/06/2020 05h00
Por: Redação
Colaboração da população é essencial ao combate à Covid-19 declaram em consenso o Comitê Técnico-Científico da Covid-19 - Foto: Marco Aurélio/PMU
Colaboração da população é essencial ao combate à Covid-19 declaram em consenso o Comitê Técnico-Científico da Covid-19 - Foto: Marco Aurélio/PMU

O prefeito Paulo Piau se reuniu na segunda-feira (22) com o Comitê Técnico-Científico da Covid-19 e com os coordenadores das equipes de fiscalização de todos os setores da Prefeitura de Uberaba para alinhar ações visando ao cumprimento do decreto 5555. O foco da reunião foi avaliar o trabalho que tem sido realizado, pontos mais relevantes com relação à disseminação do vírus e dificuldades que os fiscais têm enfrentado em Uberaba.

O consenso, diz o prefeito Paulo Piau, é pelo endurecimento das medidas de fiscalização devido à insistência de parte da população em desobedecer às medidas sanitárias previstas em decreto, como a prática de exercícios na rua ou em praças sem o uso da máscara. "As pessoas insistem em fazer aglomerações nas praças, em festas, gente entrando em loja sem máscara, então vamos endurecer a fiscalização. Com isso, a interdição de lojas com certeza vai ser mais acentuada, porque se não estão cumprindo direito, o vírus vai disseminando", apontou o prefeito.

Segundo o prefeito, o objetivo é evitar que Uberaba chegue à situação de cidades vizinhas, como Ribeirão Preto, Uberlândia e Araxá, que precisaram retroceder nos planos de abertura do comércio, ou mesmo a ponto de outras cidades brasileiras, que precisaram fazer o lockdown, que é fechar tudo.

O secretário de Saúde de Uberaba, Iraci de Souza Neto, ressaltou que ao longo das próximas semanas será elaborado um projeto de ações estratégicas para reforçar os resultados das fiscalizações, com base nas informações apresentadas durante a reunião. "São dados muito importantes para que a gente construa um plano de ação e de prioridades quanto à fiscalização, para que a população perceba a importância da colaboração de todos nesse momento e, principalmente, o respeito às medidas dos decretos", destaca Iraci.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários