Estado de Minas

Governo amplia base de dados do boletim epidemiológico

Com a mudança, passa a ser possível atualizar a situação epidemiológica dos municípios com o total de casos acumulados

27/06/2020 05h00
Por: Redação
Nova metodologia traz mais transparência às informações relacionadas à pandemia - Foto: Pedro Gontijo/ImprensaMG
Nova metodologia traz mais transparência às informações relacionadas à pandemia - Foto: Pedro Gontijo/ImprensaMG

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) anunciou, ontem, em coletiva virtual, a adoção de nova metodologia de coleta de dados para o boletim epidemiológico da covid-19. O objetivo é manter ao máximo a transparência na divulgação de informações relacionadas ao enfrentamento do coronavírus no estado.

Com a mudança, passa a ser possível atualizar a situação epidemiológica dos municípios com o total de casos acumulados. “Estamos ajustando nosso boletim epidemiológico para que fique mais fácil a comunicação entre os municípios e a SES-MG", destaca o secretário de Saúde Carlos Eduardo Amaral. "O boletim de hoje (ontem) registrou 38.891 casos confirmados da covid-19. Se compararmos com o documento de quinta-feira (25), quando tínhamos registro próximo de 32 mil, nota-se uma mudança de quase 6 mil casos que estavam represados na comunicação entre os municípios e a secretaria", explica o gestor.

Amaral ressalta que o número apresentado não retrata a ocorrência de casos nas últimas 24 horas, mas sim a atualização dos dados não informados pelos municípios até então. “Segue pendente o envio de informações por parte de algumas cidades, mas a previsão é de que, até a próxima semana, estejamos trabalhando com informações praticamente instantâneas”, acrescenta Amaral.

Com relação ao Painel Coronavírus da SES-MG, devido à mudança da metodologia de captação de dados para o Boletim Epidemiológico, a plataforma estará fora do ar, pois passará por manutenção até a próxima segunda-feira (29).

 

Rede hospitalar - Com o objetivo de qualificar a rede de atendimento aos casos da covid-19, a SES-MG segue com a distribuição de equipamentos para estruturar mais leitos de terapia intensiva.

As regiões Central, Jequitinhonha, Leste do Sul, Noroeste e Triângulo do Sul receberão, cada uma, dez respiradores. De acordo com Carlos Eduardo Amaral, a previsão é de que até este sábado (27/6) estejam disponíveis para entrega 21 respiradores para o Vale do Aço, 20 para a região Leste e sete para o Sudeste mineiro.

 

Pico - A atual previsão de pico da covid-19 em Minas Gerais é para o dia 15/7. Amaral explica que entre 14 e 21 dias antes dessa data é que as pessoas poderão ser contaminadas. “Isso reforça a necessidade de, neste momento, voltarmos a orientar quanto ao aumento do isolamento, para que não tenhamos um pico importante no dia 15 de julho", observa.

O secretário adjunto da SES-MG, Marcelo Cabral, pontua a importância de a população reforçar os cuidados para prevenção à covid-19, como uso de máscaras, distanciamento e isolamento social. “A responsabilidade no sistema de saúde, conforme entendimento dos tribunais superiores, é uma responsabilidade solidária, sendo a gestão feita nas esferas da União, Estado e município. Entretanto, para que as medidas implementadas sejam eficientes, é indispensável que a população adote os cuidados para prevenção”, finaliza Cabral.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários